JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

Evento discute o amor e suas implicações culturais e psicológicas

Intitulado Amor entre linhas, o encontro vai reunir psicólogos, artistas, historiadores, jornalistas e um fonoaudiólogo

- Por Thassiana Macedo Última atualização: 29/05/2016 - 12:02:13.

O amor será tema de evento realizado no dia 9 de junho, em Uberaba. Intitulado “Amor entre linhas”, o encontro vai reunir psicólogos, artistas, historiadores, jornalistas e um fonoaudiólogo para discutir as diversas implicações do tema na atualidade. O evento, cuja entrada vale dois quilos de alimentos não perecíveis, terá início às 20h, no Laboratório 96, espaço cultural localizado na rua Ituiutaba, nº 96, bairro São Benedito.

Segundo a coordenadora do encontro e produtora cultural Kate Árabe, trata-se de um evento sobre o amor, sendo que os profissionais convidados farão uma análise da psicologia na vida das pessoas. “Todos nós queremos ser amados, por isso queremos trazer essa linguagem da psicologia para o entendimento do senso comum e mostrar isso para as pessoas através da arte, sobre onde estamos inseridos, qual o nosso contexto, como estão nossos sentimentos e de que maneira podemos lidar com a felicidade da paixão ou com as desilusões que surgem no decorrer da vida de cada um”, destaca.

De acordo com a psicóloga, especialista em Psicanálise Contemporânea, Gislene de Souza Rosa, o intuito do evento é esclarecer algumas nuances sobre o amor e os fatores que envolvem esse sentimento tão complexo. “Geralmente, quando nos aproximamos do outro e quando desejamos algo relacionado ao amor, é como se desejássemos que o outro preenchesse aquela falta que é nossa. A pergunta que fica é: será que estamos aptos ou dispostos a abrir mão de alguma coisa para receber esse amor que almejamos e até mesmo para dar esse amor? Às vezes, é muito mais fácil esperar alguma coisa do outro, de braços cruzados. Que movimento fazemos para permitir que esse sentimento se aproxime de nós?”, analisa.

Neste caminho, o evento buscará discutir e ilustrar com as intervenções culturais sobre os vários tipos de amor, como o mito do amor romântico, o amor que mata, o amor livre, o amor que constrói, o poliamor, entre outros. A especialista Gislene de Souza ressalta que o amor é um sentimento extremamente complexo e que envolve inúmeras expectativas, de ambos os lados, em relação ao outro. “Será que o amor que o outro tem para dar vai ser suficiente para tampar os buracos e as faltas que adquirimos ao longo da vida? E assim vamos criando expectativas. Porém, o amor não é algo que venha para salvar, embora realmente consiga preencher algumas lacunas internas”, afirma a psicóloga.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia