Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 08/04/2009

 
ALTERNATIVA
Tamanho do texto: A A A A
ALTERNATIVA
08/04/2009

Compartilhar:



Arrojado e empreendedor, João D’Amico toma posse na presidência da 1ª Seção do Instituto dos Advogados de Minas Gerais para mais um mandato. Sob o comando de D’Amico, o instituto ganhou grande projeção em Uberaba, especialmente com a realização de eventos jurídicos e outorga anual da Comenda Edson Prata
 
Papo-furado. Não foram poucos os protestos e queixas que ouvi, ontem, dos contribuintes que optaram por pagar à vista o IPTU 2009. A chiadeira era geral! Mas a principal reclamação voltou-se contra a afirmação do prefeito Anderson Adauto, de que o reajuste do imposto ficou em torno de 5%. Não ficou só nisso em incontáveis casos. Quem se assustou com os valores cobrados e procurou explicação na Secretaria Municipal de Fazenda ouviu desculpas inacreditáveis, do tipo “o seu imóvel está localizado numa área que valorizou muito, por isso seu IPTU ficou mais caro este ano”. Mas como? O cálculo do imposto não toma por base uma planta de valores de 2006, em cima da qual o Município concedeu descontos aprovados de última hora pela Câmara? Como falar em valorização imobiliária recente para justificar um reajuste do imposto em percentual duas vezes maior do que aquele afirmado pelo prefeito, em torno de 5%? Cito um caso concreto, em que o IPTU 2008 foi R$ 1.587,75 e este ano saltou para R$ 1.750,64, ambos os valores para pagamento à vista. Pois é. Depois somos nós, contribuintes, que não sabemos fazer as contas...
 
De grão em grão. Diante dos cálculos matemáticos comparando os valores pagos em 2008 e 2009, fica evidente que o reajuste do IPTU “errou para mais” em muitos casos. Não adotou um percentual único. Adotou, por outro lado, pequenos arredondamentos, sempre para mais, em favor dos cofres públicos. Em alguns casos, cobrou R$ 10 a mais, em outros um pouco menos, ou um pouco mais. E o famoso desconto em cima da planta de valores de 2006 também variou como e quanto quis. E nós, contribuintes, pagamos o pato... Ou melhor, o imposto caro.
 
Multiplicação de queixas. Por falar em queixa, as reclamações estão se avolumando contra o péssimo atendimento destinado aos doentes que recorrem à UPA São Benedito, antigo Camm. Ontem, um paciente me parou na rua para reclamar de uma médica que o atendeu de portas abertas. Sequer queria examiná-lo, porque estava com pressa. A consulta não demorou dois minutos e, claro, não resolveu o problema do paciente. Francamente! O atendimento ali está uma vergonha!
 
Recesso – Desta vez o feriado da Semana Santa será o mesmo para a Justiça Federal, do Trabalho e estadual. De hoje até domingo não haverá expediente forense.
 
Socorro! – E a Câmara Federal, hein? Vai gastar R$ 150 milhões dos cofres públicos para reformar os apartamentos funcionais em Brasília!
 
Cartão vermelho. Tomou bomba a iniciativa de afastar o vereador Luiz Dutra da presidência da Comissão Processante que investiga as denúncias de assédio sexual e improbidade administrativa contra o vereador Jorge Ferreira. Os trabalhos vão continuar normalmente, até porque a escolha de Luiz Dutra se deu por sorteio, com direito a transmissão ao vivo pela TV Câmara. A Comissão decidiu que não há motivos para substituir Dutra e já marcou a data para o depoimento do acusado: dia 17 deste mês. Há quem duvide, no entanto, de que Jorge Ferreira falará alguma coisa nesse dia...
 
Musical - Os 10 anos do Shopping Uberaba foram comemorados com um pocket show de Fernanda Porto, na sexta-feira, e coquetel para lojistas e convidados. A festa de comemoração do Shopping Uberaba continua. Agora as atenções se voltam para as premiações da campanha. Ao todo o Shopping distribui R$ 63 mil em prêmios neste aniversário.
 
Câmera lenta – Apesar do entusiasmo do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Franco, dificilmente sairão do papel neste primeiro semestre (e talvez até mesmo este ano) as obras de construção de um novo shopping na cidade. Fonte desta coluna garante que o grupo goiano está em compasso de espera, de olho na crise econômica mundial.
 
Posse – Em time que está ganhando não se mexe! João D’Amico vai tomar posse para mais uma gestão no comando do Instituto dos Advogados de Minas Gerais, 1ª Seção. Solenidade será no dia 16, às 20h, no salão nobre da OAB. Compõem ainda a nova diretoria do Iamg os advogados Claudiovir Delfino (vice-presidente), André Delfino e Lúcio Delfino (secretários) e Gilberto Vasconcelos (tesoureiro).
 
Jubileu – Os 25 anos de profissão do fotógrafo Ramon Magela serão tema de mostra especial no lançamento da JMmagazine 25, no fim deste mês. À exceção da primeira edição, todas as capas da revista levam a assinatura de Ramon. Há uma história de amor entre Ramon e a JMmagazine. Quando tudo era muito difícil e incerto, ele foi um dos primeiros a apoiar e acreditar nesse nosso projeto e tem sido um dos nossos grandes parceiros, desde o princípio. Agora, prestaremos nossa homenagem a esse grande artista e dileto amigo, na mostra que terá Demilton Dib como curador.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2021