JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Wellington Cardoso Ramos FALANDO SÉRIO 15/03/2019

Prevenção à Aids
Vinte pessoas aderiram voluntariamente ao programa ambulatorial de prevenção medicamentosa à Aids lançado pelo Hospital de Clínicas.

Mais homens
São dezesseis homens e apenas quatro mulheres com idade média de 30 anos.

Transexual
Um dos homens é transexual (nasceu com genitália feminina, mas tem identificação e apresentação como gênero masculino).

Medicamento
Diariamente, o paciente toma um comprimido combinando dois antirretrovirais.

Agravando
Promotor Laércio Conceição está recorrendo ao Tribunal de Justiça para agravar a condenação de autores de delitos contra executivo de empresa, por eles baleados.

Latrocínio
Ele quer que o grupo pegue pena também por associação criminosa e parágrafo de artigo sobre latrocínio tentado, no que não foram enquadrados na sentença de 1ª instância.

Condenação
As penas aplicadas foram de 4 e 5 anos e dos sete acusados, três foram absolvidos.

Hediondo
Se configurado o crime hediondo desejado pelo promotor, a pena possível é de 20 a 30 anos de prisão.

Outro mundo
Enquanto deputado, o ex-vereador Franco Cartafina está vivendo as experiências de um “outro mundo” político.

Agenda
A agenda pessoal está sempre abarrotada de compromissos. Na quarta-feira, por exemplo, recepcionou para reuniões prefeitos e vereadores de diferentes cidades do Triângulo.

Pires na mão
Quase todos à procura de um canal para a obtenção de recursos da União.

Roubo ou furto?
Olhando alguns Reds – Relatório de Evento de Defesa Social, advogado deparou com uma situação curiosa: um roubo transformado em furto, segundo ele.

Menos grave
Diferentemente do furto, o roubo está no rol dos crimes violentos, que são a grande preocupação dos cidadãos e das próprias polícias.

Não conta
Comenta o advogado que, ao ser “desclassificado” para furto, o caso não engrossa os dados de crimes violentos.

Simples erro
“Espero e acredito que a desclassificação seja fruto de um simples erro” – frisou.

Cowboy
Como a coluna antecipara, a atração do Baile do Cowboy será mesmo a dupla Christian & Ralf. Com ela, Jorge e Mateus.

Aguardado
Diretoria da ABCZ tem como certa a vinda do ministro Sérgio Moro a Uberaba para a abertura da ExpoZebu. No pacote, Jair Bolsonaro, Zema e outros quatro governadores.

Em liberdade
Homem que desferiu oito golpes de faca no rosto e no pescoço de outro, de sábado para domingo, durante discussão em bar, em Pirajuba, já está em liberdade.

Em Uberaba
Preso em flagrante e indiciado por tentativa de homicídio qualificado, Raílson dos Santos foi levado para a Penitenciária “Aluízio Ignácio”.

Relaxada
Com parecer contrário do MP, a prisão foi relaxada, sem fiança, por juiz de Conceição das Alagoas, a requerimento do advogado Geovane Oliveira Soares.

Coisa antiga
Em 2014, Raílson havia sido esfaqueado por sua vítima, Denis Aparecido Silva Tiago, ficando entre a vida e a morte, relata o advogado.

Emenda
Sem mandato, mas conservando suas emendas no orçamento estadual deste ano, Lerin diz que está destinando mais de R$3 milhões para Uberaba.

Saúde
Sua cota para a Saúde (R$2 milhões) será destinada integralmente para o município.

Concurso
Com inscrições para a seleção de candidatos abertas na próxima terça-feira, somente em dezembro estará formado o novo contingente de cem homens da Guarda Municipal.

Água boa
Trabalho de sedução à parte, a qualidade da água de Uberaba (do Aquífero Guarani) foi fundamental para a conquista da cervejaria Petrópolis.

Qualidade
Técnico da cervejaria fez análises e concluiu que, em razão da água, daqui sairá cerveja de altíssima qualidade, contou o empresário Walter Faria.

Potência
Produtor das cervejas Itaipava, Crystal, Lokal Bier, Petra, Black Princess e Weltenburger Kloster, a Petrópolis é a segunda cervejaria mais valiosa do País.

Vitorioso
Walter assumiu o grupo em 1998 e, em quinze anos, o tirou da fatia de apenas 2% das vendas no mercado nacional para a condição de segundo colocado.

Trajetória
Aos 13 anos, o dono da Petrópolis vendia ovos e leitões em algumas cidades do interior paulista na condução de uma carroça, que tem guardada como recordação.

Sucesso
Antes de comprar e transformar a cervejaria em negócio de sucesso, Walter Faria investiu em beneficiadora de café e algodoeira.

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia