JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 21 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 16/05/2019

De Araxá para o mundo
Desde terça-feira circula nas redes sociais post do jornal Clarin, de Araxá, informando voos da Azul, dando a entender que agora a cidade natal do governador Romeu Zema teria voos para São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e até para Argentina e Estados Unidos. Mas na verdade a história não é bem assim. Os voos que atendem Araxá não são diretos, nem diários. Todos dependem de conexão em BH, igualzinho a Uberaba. Além disso, Araxá só tem voos aos sábados e domingos, e todos passando por Uberaba. Portanto, por enquanto ainda não estamos perdendo para a terra do governador.

Saindo do buraco
Levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico mostra que atividade empresarial em Uberaba esboça reação positiva, depois de hibernar por meses a fio. Para se ter uma ideia, em abril foram abertas 446 empresas na cidade. O maior número enquadrou-se como microempreendedor individual, num total de 337. Outras 77 microempresas iniciaram atividades no mês passado e 7 empresas de pequeno porte. Fechando o relatório aparecem 25 empreendimentos de outras categorias.

Vem mais
A propósito, o titular da Sedec, José Renato Gomes, viu com entusiasmo a oferta de 255 postos de trabalho pela empreiteira encarregada da obra da cervejaria Petrópolis em Uberaba. Embora essas vagas sejam temporárias porque vão atender apenas à construção, José Renato frisa que quando a fábrica estiver pronta e em pleno funcionamento serão geradas centenas de empregos. Vale destacar que a inauguração está prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

Mamata
Voltando a Araxá, até hoje o Município não assinou o termo de convênio para o custeio conjunto do Hospital Regional, mas foi o que mais pacientes mandou para atendimento lá. Pois é.

Tintim por tintim
Deputado federal Franco Cartafina prestará contas de seus 100 primeiros dias de mandato durante café da manhã nesta sexta-feira, no seu gabinete regional da rua Araguari.

Novo destino
Se depender do vereador Rubério Santos, os recursos do viaduto da Fernando Costa serão remanejados para a construção de escolas e Cemeis nos novos bairros do Minha Casa Minha Vida. Ele já oficiou ao prefeito Paulo Piau nesse sentido, sugerindo que os R$13 milhões que custariam a obra contemplem os Marajós, Ilha de Marajó, Anatê e Rio de Janeiro. Convém a Prefeitura definir logo o destino a ser dado ao dinheiro do viaduto...

Primeiro mundo
Abertura do 17º Encontro de Bons Negócios promovido pela Certrim surpreendeu os visitantes nessa quarta-feira. O evento tomou proporções maiúsculas e ganhou musculatura em relação às edições anteriores. Dentre as novidades deste ano, chama atenção a demonstração do uso de drones no campo. Evento continua hoje e amanhã, com programação extensa de palestras voltadas para tecnologia e inovações no agronegócio. Evento de primeira!

Prêmio
Com o programa “Farmácia Solidária – Acesso a Medicamentos, Cidadania, Proteção Ambiental e Economicidade”, a Prefeitura de Uberaba venceu o IX Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal, na área da saúde. Iniciado em 2017, o programa concorreu com números do seu primeiro ano de funcionamento, tendo como carro-chefe a ampliação da lista de medicamentos disponibilizados à população, além daqueles fornecidos pelo SUS.

Brincando com fogo
Presidente Bolsonaro ainda não se deu conta do vespeiro em que anda se metendo a cada vez que fala demais. Ao chamar os estudantes de “idiotas úteis” servindo de “massa de manobra” nas manifestações de protestos contra os cortes de verbas das universidades, o Presidente comprou mais uma briga desnecessária com parcela significativa da população brasileira. Por pior que esteja a gestão das universidades federais, não é cortando recursos que o governo mudará essa situação. Pelo contrário. A tendência é piorar a qualidade do ensino. Mudanças estruturais exigem planejamento e estratégia para implementar as ações. Bolsonaro parece que ainda não entendeu isso e continua dando cabeçadas.

Mais livros, menos armas
Pelo Brasil afora, incluindo Uberaba, estudantes foram às ruas gritando palavras de ordem contra o governo Bolsonaro. Pela manhã, a praça Rui Barbosa esteve tomada por jovens e, à tarde, a manifestação tomou proporções ainda maiores, provavelmente em resposta às declarações desastradas de Bolsonaro divulgadas na hora do almoço.

Preço alto
Vão dizer que foi excesso de peso, mas ainda que fosse, ficou evidente que os novos bancos de cimento da revitalizada praça Rui Barbosa continuam dando problema. São feios, desconfortáveis e de qualidade duvidosa. Tanto assim que um desses bancos de alvenaria quebrou ontem, provocando tombo de uma mulher (magra) que estava sentada nele. Pois é. E os bancos não têm nem seis meses de uso. Vamos continuar teimando em manter esses bancos esquisitos na praça e no calçadão da Artur Machado até quando?

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia