JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de março de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Lídia Prata ALTERNATIVA 07/03/2019

Cidade limpa
Prefeitura estuda uma forma de endurecer o jogo com quem descarta lixo em qualquer lugar. O volume de entulhos recolhidos pelos Serviços Urbanos tem crescido assustadoramente na cidade. E, pior, as pessoas continuam ignorando os ecopontos e usando terrenos vagos para despejar sofás velhos, cadeiras quebradas, aparelhos de TV estragados e toda espécie de lixo. Cá pra nós: o município precisa endurecer o jogo pra valer contra quem descarta lixo onde bem entende. O problema é identificar os “sujismundos” para puni-los.

De olho
Ordem de serviço para a execução do projeto de revitalização da Mata do Carrinho será assinada amanhã, às 10h, naquele local. Com essa revitalização, o prefeito Paulo Piau atende reivindicação feita pelo vereador Aguinaldo Silva, que, a propósito, foi às redes sociais nesta Quarta-feira de Cinzas para agradecer. Oxalá essa revitalização não vire uma lambança como a do calçadão.

Puxa e estica
Obra será executada pela empresa Carlos Achcar Empreendimentos Imobiliários, que apresentou a menor proposta na licitação: R$397.829,42. A partir da ordem de serviço, a empresa terá quatro meses de prazo para a execução. Claro, se não for prorrogado, como sempre acontece com os prazos nas obras públicas em Uberaba.

Acréscimo
Além de prorrogar prazos sucessivamente, o município precisa parar com esses acréscimos de serviços (e de preço, consequentemente) nas obras públicas em Uberaba. Quem acompanha o Porta-Voz observa que constantemente são publicados extratos de aditivos contratuais para conceder reajustes de preços em decorrência de acréscimos de serviços não previstos no edital de concorrência, nem no contrato.

Mais cara
Um dos mais recentes aditivos com reajuste de preço refere-se à reforma da UBS Inimá Baroni, no Jardim Triângulo. O preço contratado era de R$329 mil e uns quebrados. E agora saltou para R$456 mil e lá vai pedrada. Não é crível que todas as obras licitadas tenham de ser revistas e acrescidas depois de assinada a ordem de serviço...

Sinal dos tempos
Telefones fixos estão com os dias contados. Efeito colateral desse fenômeno dos tempos modernos é a dificuldade das empresas em cobrar dos clientes inadimplentes. Ou fazem um recadastramento da clientela para incluir o número do celular ou terão de entregar para Deus os créditos não recebidos...

Alô!
A propósito, a Codau também está padecendo para atualizar seu cadastro de clientes, na era do celular. Companhia tem enfrentado dificuldade para informar consumidores sobre o corte de água por falta de pagamento, bem como para negociar os débitos, justamente em razão da perda de espaço dos telefones fixos nas residências.

Novos nomes
Com a inclusão da gestão do lixo nas responsabilidades da Codau e maior abrangência de suas atividades na área de saneamento, novos diretores acabam de ser nomeados para cuidar das áreas específicas. Porta-Voz que circulou no dia 1º publicou portaria nesse sentido. Reginaldo Magno Reis assume a assessoria da Diretoria de Desenvolvimento e Saneamento; Romildo Benedito Custódio, a assessoria executiva da Diretoria de Gestão Administrativa, enquanto Álvaro Ricardo Azevedo Andrade assume a Assessoria de Meio Ambiente e Wilson Alberto, a chefia da Seção de Tubulação.

A vez delas
Duas mulheres passam a integrar o alto comando da Codau: Silvana Maria de Oliveira Rezende foi nomeada chefe do Departamento de Limpeza Urbana e Resíduos Sólidos, e Auane Aparecida Sousa Silva Oliveira assume a chefia da seção de Cadastro de Água Potável. Viva!

Para elas
Aciu realizará o “Manhã com Elas”, no dia 12, na sede da entidade classista. A iniciativa prevê um café da manhã especial, palestra sobre “O empoderamento feminino e o mercado de trabalho”, dinâmica com ginástica cerebral, apresentação de stand up comedy e sorteio de brindes. A participação no evento é gratuita. As interessadas podem se inscrever pelo site da Aciu.

Menina dos olhos

Depois de dotar o Residencial 2000 de uma unidade de saúde novinha em folha, o prefeito Paulo Piau agora vai reformar e ampliar o Cemei João Wilson de Freitas, naquele bairro, um dos mais violentos da cidade. Licitação desta obra já está em curso, com abertura de envelopes marcada para o próximo dia 22, e está orçada em R$260 mil.

Decadência
A “febre” das farmácias em cada esquina também parece começar a ceder em Uberaba. Nas últimas semanas, pelo menos três farmácias fecharam as portas de uma hora para outra. Uma delas estava localizada na privilegiada esquina da avenida Santos Dumont, quase em frente do Hospital São Marcos.

Novo plano
Plano de Saúde São Francisco, de Ribeirão Preto, está entrando no mercado de Uberaba, inclusive com sede em fase de montagem na avenida Santa Beatriz.

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia