JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Colunas

Lídia Prata
Luiz Ciabotti Neto RADAR 15/12/2018

Frase de Caminhão

“A mulher mais feliz do mundo é a namorada do Saci, pois ela sabe que se levar um pé na bunda, quem cai é ele”.


Você já foi à Reduza?

Um sujeito andava apressado numa estrada quando se deparou com uma placa dizendo “REDUZA a 100 Km”.

Obediente à sinalização, ele diminuiu e seguiu em frente, mas logo depois se deparou com outra placa: “REDUZA a 80 Km”.

Com medo de encontrar algum radar pela frente, diminuiu mais uma vez a velocidade.

Logo mais outra placa: “REDUZA a 50 Km”.

Ele já não entendendo nada continuou reduzindo sua velocidade, à medida que iam se sucedendo diversas placas: “REDUZA a 40 Km”, “REDUZA a 30 Km”, “REDUZA a 20 Km”…

Já absolutamente irritado, ele passou por outra placa “REDUZA a 10 Km” e seguiu devagar, quase parando.

Para surpresa do infeliz, depois de algum tempo ele se depara com uma última placa com os dizeres: “SEJA BEM VINDO À REDUZA.”

Acredite se quiser. DPVAT cairá  de R$ 41,40 para R$ 12 em 2019

 
Pela primeira vez que se tem notícia, caiu de preço um imposto no Brasil. Brasileiro ganha um refresco no orçamento do próximo ano. Aleluia!

Alívio no bolso e mais oxigênio para o pagamento das contas. O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Fazenda, aprovou na quinta-feira (13) a redução média de 63,3% do valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos (DPVAT) no próximo ano. As reduções ocorrerão de forma diferenciada conforme o tipo de veículo. Automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, veículos ciclomotores e máquinas de terraplenagem, tratores, caminhões, pick-ups, reboques e semirreboques terão o DPVAT reduzido em 71%. No caso dos automóveis particulares, a tarifa cairá de R$41,40 para R$12.

MELHORANDO
Em nota, o Ministério da Fazenda informou que a redução dos prêmios tarifários foi possível porque o montante de recursos acumulados atualmente é superior às necessidades do DPVAT. A pasta atribuiu a sobra de recursos ao combate às fraudes, que levou a uma redução significativa dos sinistros, e à rentabilidade das reservas do fundo que compõe o seguro.

MOTOS
O ministério informou ainda que os percentuais de redução variaram de acordo com o tipo de veículo para reduzir o subsídio às motos. Apesar de concentrarem 74% das indenizações, as motocicletas correspondem a apenas 27% da frota nacional.  

 O primeiro carro fabricado no Brasil


A produção da Romi-Isetta foi encerrada em 1961 com um total de três mil unidades. Hoje apenas 10% ainda resistem e os modelos restantes são encontrados entre colecionadores ou abandonados em alguma oficina aguardando reparos.

A Romi-Isetta foi o primeiro carro fabricado no Brasil. Isso aconteceu em setembro de 1956. Ela foi construída para ser um produto popular capaz de transportar dois adultos e uma criança e rodar 25 km com um litro de gasolina.
A carroceria é pequena com linhas arredondadas e arte final simplista que sugere baixo custo de produção. O grande diferencial era a única porta na frente do veículo e o cabo do volante que se dobrava
O motor transversal tem dimensões enxutas e o modelo oferece um único banco como opção de assento. A velocidade máxima, em linha reta, é de até 85 km/h no veículo que possui quatro marchas e uma ré. 
O motor tinha apenas um cilindro com 300 cilindradas, uso de uma vela de ignição e bateria para alimentação elétrica.

Levorin lança pneu que retarda desgaste


A Levorin é uma empresa 100% brasileira, com padrões internacionais, que produz mais de 20 milhões de pneus e consome mais de 40 mil toneladas de borracha por ano

Em comemoração aos seus 75 anos, a Levorin, fabricante de pneus para bicicletas e scooters, está lançando a tecnologia Mousse: pneus com borracha expandida que retarda o desgaste e esvaziamento, disponível em 2019. Tem também o Bike Tubeless, um selante que diminui 70% dos riscos de furar o pneu, adequado para quem usa a bicicleta todos os dias.
Além das novas tecnologias, a empresa apostou na volta dos pneus Matrix para scooters de 100 a 300 cilindradas, como a Suzuki Burgamn, a Honda Lead e a PCX, a Yamaha NMaxo e a Dafra Citycom.
Já as bikes recebem novos pneus para aplicação urbana aro 700 ou da modalidade mountain bike aro 29. Os principais modelos são o Exess Ex, apropriado para solos mais macios, o Eruption, para terrenos duros pavimentados e o Colina, adequado para terrenos sólidos e arenosos.

É hora de cuidar do ar-condicionado

No verão, o ar-condicionado é um dos equipamentos mais procurados para amenizar o desconforto gerado pelas altas temperaturas. Esse, inclusive, é um dos itens que mais influenciam na decisão de compra de um carro

Faltam poucos dias para o verão. Justamente nesta época é que o uso do aparelho de ar condicionado do carro é mais usado pelo motorista. Atualmente o ar-condicionado é equipamento obrigatório na maioria dos carros, mesmo no modelo popular, de entrada.
E nesse calor não há como ficar sem ele. Mas é preciso fazer a manutenção, a limpeza de ar-condicionado evita doenças nos ocupantes do carro. A sujeira nos filtros e dutos desenvolve fungos e bactérias que podem causar problemas respiratórios e alergia. O serviço de limpeza do ar-condicionado é recomendado a cada seis meses ou a qualquer momento quando este começar a exalar odor. O filtro detém até 95% da poeira de material particulado e também bactérias.
 

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia