Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CRNICA DO DIA
Tamanho do texto: A A A A
17/04/2018

Mrio Salvador faz merecida homenagem aos mdicos

Compartilhar:

Até um médico iniciar a carreira como especialista, ele passa por muitos anos de aulas na graduação, estudos, provas, atendimentos, plantões e residência médica... E apesar de ele nem sempre ser o vencedor no desigual combate ao sofrimento, dor e morte de pacientes, sua dedicação para salvar a vida é reconhecida por muitos pacientes e por suas famílias, que por vezes dão notoriedade a esse agradecimento, publicando-o na mídia impressa. Entretanto, outras vezes, mesmo que o médico atenda a situações difíceis com êxito, há quem não reconheça seu empenho.

Um rapaz teve um mal-estar súbito em casa e, uma vez no hospital, foi encaminhado para o centro cirúrgico. Um médico especialista foi chamado, por telefone, a comparecer com urgência ao hospital. Porém, percebendo o momento delicado por que esse médico passava, a telefonista disse-lhe que entraria em contato com outro especialista da mesma área. Para surpresa dela, esse médico se mostrou decidido a fazer, ele mesmo, o atendimento.

Apesar de uma enfermeira tentar tranquilizar o pai do rapaz internado, informando que o médico estava a caminho, esse homem andava pelo corredor do hospital gesticulando e protestando pela demora em dar início à cirurgia.

O médico, apesar da pressa, ao passar pelo corredor foi abordado pelo pai, que não mediu as palavras ao se dirigir àquele que poderia salvar a vida do seu filho. Com semblante impávido, o doutor disse, entrando no centro cirúrgico: “Deixe-me cuidar de seu filho”.

Horas depois, uma vez realizada a cirurgia, o médico já ia deixando o hospital quando foi novamente procurado pelo pai, ainda tenso. “E o meu filho?”. O médico o acalmou: “Agora ele está bem. Uma enfermeira falará com o senhor”. Embora o pai se mostrasse irritado com aquela pressa e falta de respeito do cirurgião, este pediu licença ao homem, ligou o carro e se foi...

De volta ao hospital, o homem foi procurado pela enfermeira: “Seu filho está bem. O doutor realizou excelente trabalho com uma ótima equipe. Em breve seu filho estará no quarto conversando com o senhor”.

A enfermeira já ia seguindo seu caminho, mas de repente parou. E se voltou para dizer mais alguma coisa ao homem, que agora parecia mais confiante: “Preciso lhe dizer algo. O médico que atendeu seu filho estava velando o filho dele, que morreu num acidente. O doutor deixou o velório, salvou seu filho e agora voltou para sepultar o filho dele. É isso”.

Médicos são humanos. Como nós, convivem com problemas, dificuldades, sofrimento e dor. Mesmo assim se desdobram para cuidar da saúde nossa e de nossa família. A eles, devemos expressar gratidão. Essa é a palavra de ordem. E devemos orar para que Deus esteja sempre com eles.






San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018