JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 16 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SOBRE RODAS

Mercedes-Benz vai transferir atividades de Minas Gerais

Nos bastidores, cogita-se até mesmo o fechamento da unidade

12/03/2019 - 00:00:00.

Divulgação

A primeira fábrica da Mercedes-Benz fora da Alemanha foi inaugurada em solo mineiro, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, em 1999. No ano em que completaria 20 anos no Brasil, os rumores são de que a unidade está de mudança para outro estado – ou até mesmo poderá fechar as portas no país. As informações circulam pelos bastidores do governo mineiro e dão conta que a unidade poderá se fixar em São Paulo ou Espírito Santo. A fábrica emprega cerca de 1.100 trabalhadores. As informações são do jornal O Tempo.

Segundo a montadora, a marca estuda levar para o porto de Vitória o desembaraço da Sprinter, van que vem da Argentina e é nacionalizada no porto seco, em Juiz de Fora. A Mercedes também confirma que, embora sem data definida, a montagem do caminhão Actros vai para São Bernardo do Campo (SP). Contudo, a montadora garante que não vai desativar a fábrica de Juiz de Fora, onde faz a soldagem e pintura das cabinas de todos os modelos de caminhões produzidos por ela no Brasil.

Em nota, a Mercedes-Benz aponta o investimento de R$ 230 milhões nos últimos cinco anos na unidade de Juiz de Fora e, só de setembro até agora, contratou mais de cem colaboradores. Além disso, a nota ainda explica que a montadora ativou segundo turno de produção, o que, segundo ela, confirmaria o interesse em permanecer na cidade.

A empresa, no entanto, não comentou a medida do governo do estado de São Paulo, anunciada na sexta-feira (8) por João Doria, de oferecer desconto de até 25% no ICMS às montadoras que investirem mais de R$ 1 bilhão e criarem ao menos 400 postos de trabalho no Estado. O governo de Minas, em nota, não comentou o anúncio vizinho, mas disse estar “atento às questões que possam impactar a economia regional”.

Vendas. A Mercedes-Benz vendeu mais de 19 mil caminhões no Brasil em 2018. O crescimento é de 50% em relação ao ano anterior. “Estamos aumentando as nossas vendas de caminhões, e a fábrica de Juiz de Fora acompanha esse crescimento, uma vez que produz todas as cabinas de nossos caminhões”, afirmou a montadora. Só este ano, considerando os meses de janeiro e fevereiro, a Mercedes vendeu mais de 3.900 caminhões, referentes a alta de 67% em relação ao mesmo período do ano passado.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia