JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de março de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

SES reforça importância do teste rápido de HIV

Exame permite que as pessoas tenham acesso a diagnóstico. o que possibilita início precoce do tratamento

08/03/2019 - 00:00:00.

Mesmo com o fim do Carnaval, o alerta para prevenção contra as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) permanece e se estende durante todo o ano. A orientação da Secretaria de Estado de Saúde (SES) é a realização do teste rápido, para casos em que houve exposição a comportamento de risco, como relação sexual sem o uso de preservativos, compartilhamento de seringas e agulhas ou reutilização de objetos perfurocortantes com a presença de sangue ou fluídos contaminados. 

Por meio do teste rápido, é possível identificar infecções como sífilis, hepatite B e C e HIV – vírus causador da Aids, que podem afetar qualquer pessoa. Para a coordenadora de Infecções Sexualmente Transmissíveis/Aids e Hepatites Virais da SES, Mayara Marques, o diagnóstico precoce possibilita começar o tratamento o quanto antes e impedir a transmissão do vírus.

Em Minas, 67.491 casos de HIV já foram notificados em todo o estado. Atualmente, aproximadamente 30 mil usuários estão em tratamento com antirretrovirais. Segundo a coordenadora, o teste e o tratamento estão disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Caso a pessoa deseje realizar o teste rápido, é importante procurar uma unidade de saúde para orientações. Ressaltamos que eles estão disponíveis nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e em algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Caso o teste rápido para sífilis, hepatites virais B e C e HIV sejam reagentes, ou seja, apresentem resultados positivos, é importante que o usuário seja encaminhado para o serviço de saúde para o início do tratamento. Em caso de resultados negativos, é necessário reforçar as formas de prevenção”, conclui Mayara.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia