JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

SAÚDE

Exercícios fora da academia: 74% das pessoas buscam novas maneiras de treinar

Para grande parte dos brasileiros sedentários, adaptar exercícios aos próprios horários é um fator decisivo para ter uma vida mais saudável

15/02/2019 - 00:00:00.

Por muito tempo a academia foi o grande reduto das atividades físicas. Entretanto, hoje as formas de se exercitar se ampliaram muito - ainda bem - e tem opção para todo gosto (e bolso). Por isso, muitos brasileiros estão apostando nos exercícios físicos em casa ou ao ar livre, contando com toda a liberdade de treinar quando e onde desejarem.

Porém, muita gente ainda não conhece ou não explorou essas alternativas à academia. De acordo com uma pesquisa feita com 2.050 pessoas, desenvolvida pelo aplicativo de treinos Freeletics, para 74% das pessoas que ainda não se exercitam frequentemente, ter mais flexibilidade para encaixar a atividade física na rotina seria um fator que as ajudariam a buscar um estilo de vida mais saudável.

O estudo revelou ainda que a possibilidade de treinar em qualquer lugar motivaria 36% dos entrevistados a praticar exercícios com mais frequência. A pesquisa foi realizada entre outubro e novembro de 2018, com pessoas sedentárias ou que se exercitam até no máximo duas vezes por semana. 

Disciplina para treinar em casa
Um dos principais desafios ao praticar exercícios em casa é manter a disciplina. Ao estar no próprio lar, é necessário se desconectar de distrações, como televisão, telefones e campainhas, e não desistir. 

Uma dica é começar a implementar os exercícios aos poucos em seu dia a dia. O educador físico Newton Nunes recomenda que, antes de começar os treinos em casa, seja feito o teste ergométrico em laboratórios clínicos. Caso esteja tudo dentre os conformes no exame, é possível já iniciar atividades físicas sem precisar de aparelhos. Abdominais, flexões, polichinelos, treino de braços e agachamentos são muito bem-vindos nesta fase. Nunes recomenda que os exercícios tenham duração total de 30 minutos e sejam regulares, com no mínimo três sessões por semana.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia