JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Casos de febre amarela no Estado acendem alerta da Saúde na cidade

Secretaria Municipal de Saúde emitiu comunicado para hospitais e unidades de saúde solicitando redobrar a atenção para notificar pacientes com sintomas suspeitos da doença

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 13/01/2018 - 08:55:21.

Arquivo


Nelson Rannieri afirma que o comunicado é em caráter preventivo e assegura não haver motivo para pânico

Com seis novos casos de febre amarela confirmados em Minas Gerais esta semana, subiu para 11 o número de pacientes infectados pela doença até agora. As ocorrências, por enquanto, estão concentradas na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Zona da Mata e na região central do Estado, mas já colocaram a Secretaria Municipal de Saúde em alerta.

Ontem, a pasta emitiu comunicado aos hospitais e unidades de saúde solicitando às equipes que redobrem a atenção para notificar pacientes que apresentarem sintomas suspeitos de febre amarela. O aviso também estabelece que unidades da zona rural devem notificar casos de morte de macacos na região, pois se trata do principal indicador de circulação do vírus da doença.

O diretor de Vigilância em Saúde da Prefeitura, Nelson Rannieri, afirma que o comunicado é em caráter preventivo e assegura que não há motivo para pânico. Segundo ele, nenhuma suspeita de febre amarela foi registrada em Uberaba em 2018. “Não há notificações de casos suspeitos este ano ainda. Mesmo que não haja casos, estamos alertando as unidades para ficarem atentas e notificarem sintomas suspeitos, dentro do papel da Vigilância de acompanhar esses casos”, explica.

Em 2017, um paciente de Uberaba foi notificado com suspeita de febre amarela, mas o caso foi descartado após investigação. Além disso, 24 mortes de macacos foram registradas de janeiro a julho do ano passado na cidade. Um dos animais teve contaminação pela doença confirmada.

Rannieri reforça para que as pessoas que ainda não tomaram a vacina ou não sabem se já foram imunizados contra febre amarela podem procurar a unidade de saúde do bairro, principalmente quem for viajar para locais em que há informação de circulação do vírus ou fazer turismo rural. As unidades estão abastecidas e a imunização acontece às terças e quintas-feiras, das 7h às 17h.

Minas Gerais. Dos 11 casos confirmados de febre amarela no Estado, nove são óbitos. As mortes aconteceram em Nova Lima, Brumadinho, Mariana, Barra Longa, Carmo da Mata e Mar de Espanha. A Secretaria de Estado da Saúde não informou o número de casos que ainda estão sob investigação.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia