JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Deputado Jorge Picciani é levado para depor na sede da PF e filho é preso em Uberlândia

Última atualização: 14/11/2017 - 10:51:35.

Atualizado às 10h50

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (14) mandados judiciais em desdobramento da Operação Lava Jato. Um dos alvos é Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (PMDB). Jorge chegou no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, por volta das 8h desta terça, e foi levado por agentes para prestar depoimento na sede da PF. Já o filho, Felipe, foi preso na Operação Cadeia Velha, no aeroporto de Uberlândia. 

A fazenda da família em Uberaba foi alvo de buscas nesta manhã.

Os pedidos são da segunda instância da Procuradoria da República. Há ordem para buscas no gabinete de Jorge Picciani. Também estão na mira da operação o empresário Jacob Barata Filho, o ‘Rei do Ônibus’, e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor), Lélis Teixeira.

Jacob e Lélis foram presos pela Operação Ponto Final em julho. Por ordem do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em agosto, os dois foram colocados em liberdade.

Defesas. A defesa de Jacob Barata Filho não teve acesso ao teor da decisão que originou a operação de hoje da Policia Federal e, por isso, não tem condições de se manifestar a respeito. A defesa pedirá o restabelecimento das medidas que foram ordenadas pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que já decidiu que a prisão preventiva do empresário é descabida e pode ser substituída por medidas cautelares, que vêm sendo fielmente cumpridas desde então. A reportagem está tentando contato com todos os citados. O espaço está aberto para manifestações. (Com Agência estado)

A cobertura completa na edição de amanhã (15) do Jornal da Manhã e durante a programação da Rádio JM 95.5 FM.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia