Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLÍTICA
Tamanho do texto: A A A A
Renata Gomide - 06/10/2011

Lerin defende voto aberto na Assembleia de Minas

Compartilhar:

O deputado estadual Antônio Lerin (PSB) abraçou a bandeira do voto aberto na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Para ele, todo homem público “tem que botar a cara” e, nesse sentido, defende a extinção da prática da votação secreta para toda e qualquer situação nas casas de lei. Vice-líder do Bloco Parlamentar Social na Alemg, integrante da base de sustentação do governo Anastasia, o pessebista não vê problemas em criar outra ferramenta para tornar as ações políticas mais transparentes.
 
“Alguns pensam que o voto secreto ‘protege’ o deputado de alguma retaliação por parte do Executivo, em casos extremos. Eu penso que quando temos convicção de algo, devemos defender abertamente, não só no Legislativo, mas no Executivo também”, explica. O deputado considera que o cidadão tem o direito de saber se aquele que elegeu como representante está ou não agindo com coerência e em prol do bem-comum.

Dentro desse princípio da transparência, Lerin pondera que se os Poderes não souberem se relacionar em situações de desgaste ou conflito de ideias, é sinal que algo está muito errado. Segundo ele, a população também tem o direito de opinar, ver quem está com a razão e não ficar à mercê de interesses individualistas.

Situação. Em Uberaba, desde 2006 que o Legislativo aprovou o voto aberto para todas as situações. O tema é discutido na Câmara dos Deputados desde 2001, onde tramita uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC 349) que acaba com a votação secreta nos plenários da Casa e do Senado. Na semana passada foi criada uma Frente Parlamentar em prol desta medida e que tem a adesão de 275 parlamentares, sendo 64 deputados federais e 11 senadores.
 
A PEC do Voto Aberto foi aprovada em primeiro turno em 2006. O texto precisa de uma segunda votação antes de ir para o Senado. De acordo com o Regimento Interno da Casa, os deputados não podem fazer modificações no texto aprovado no primeiro turno. Por conta disso, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), disse que se os líderes fecharem acordo para resguardar o voto secreto em alguns casos, uma nova PEC deverá ser apresentada no Plenário, com tramitação mais rápida.


OUTRAS NOTÍCIAS


Só 36 deputados são eleitos com os próprios votos (01/11)
CMU fará reunião para votar plano de saneamento (01/11)
Finalizado relatório que embasa valor do IPTU/2015 (01/11)
Ampliação do número de cadeiras na CMU deve reduzir verba e pessoal (01/11)
Chegada das chuvas não suspende decreto de situação de emergência (01/11)
Gasoduto pode ser construído por concessão, diz governador eleito (01/11)
Para comemorar Dia do Servidor, PMU e Câmara têm hoje ponto facultativo (31/10)
Estudos sobre localização do Centro Administrativo custarão R$ 72 mil (31/10)
Guaritá viaja ao DF para discutir projeto da represa do rio Uberaba (31/10)
Comissão de vereadores detecta que 60% do orçamento da Saúde vai para pessoal (31/10)
Envolvidos na ‘farra dos plantões’ vão responder a inquérito criminal (31/10)
Débitos municipais poderão ser negociados na terça (30/10)
Ripposati quer levantamento sobre os poços artesianos (30/10)
Elmar vai pedir agilidade dos colegas na votação do plano de saneamento (30/10)
Polícia Civil investiga esquema da farra dos plantões na Saúde (30/10)
Construtora responsável pela planta de amônia pode estar envolvida no escândalo da Petrobras (30/10)
PMDB tem maior número de governadores eleitos (29/10)
Começa hoje etapa estadual do Parlamento Jovem (29/10)
Estado anuncia suspensão da vacinação antirrábica (29/10)
Audiência pública sobre causas e consequências da pedofilia será hoje (29/10)




TELECOM LATERAL
TELECOM LATERAL
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
Virtual Paper Axé 2014

Banner blog mais bella
LATERAL 2
TELECOM LATERAL
ENQUETE
Você acha que Uberaba vai ganhar com a eleição de Dilma Rousseff (presidente) e Fernando Pimentel (governador), todos apoiados pelo prefeito Paulo Piau?




JM FORUM
O que você acha do plebiscito proposto pela presidenta Dilma Rousseff para fazer a reforma eleitoral?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014