Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 23/09/2017

Picciani deve deixar governo para defender Temer na Cmara

Compartilhar:

Foto/Sandro Neves

Leonardo Picciani, ministro dos Esportes, disse que deixa o cargo para voltar à Câmara e votar pela derrubada da denúncia contra Temer

O ministro dos Esportes, Leonardo Picciani (PMDB), afirma que conteúdo da nova denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) é frágil, mas já adianta articulações para assegurar votação e barrar a abertura do processo no Supremo Tribunal Federal.

Questionado, o peemedebista confirmou que deverá se afastar do ministério temporariamente e reassumir o mandato parlamentar para votar contra a denúncia na Câmara dos Deputados. “Eu pretendo votar porque tenho convicção que a denúncia não deve prosperar por inepta que ela é”, manifestou. A mesma estratégia foi utilizada na votação da primeira denúncia em agosto. O governo exonerou 10 dos 12 ministros que também são deputados para participar da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer.

Apesar das articulações, Picciani afirma que o partido encara com “absoluta tranquilidade” a votação da denúncia. Segundo o ministro, o resultado deverá ser o mesmo da primeira representação, que acabou rejeitada pelos parlamentares. “A atual denúncia é absolutamente frágil. Ainda mais frágil do que era a primeira denúncia, que foi já recusada pela Câmara dos Deputados. Nós temos uma convicção que, por uma questão de justiça, essa segunda denúncia terá o mesmo destino que teve a primeira”, defende.

A tramitação da segunda denúncia contra Temer começaria na Câmara nesta sexta, mas não houve quórum de 51 dos 513 deputados. Com isso, o caso pode começar a tramitar na segunda (25), caso haja quórum, ou na terça. Após ser lida em plenário, a denúncia é despachada para a CCJ. No mesmo dia Temer e seus ministros serão notificados para apresentar sua defesa.

Denúncia envolvendo compra de gado em Uberaba é desclassificada pelo delatado. Ainda na visita a Uberaba, o ministro Leonardo Picciani desclassificou a delação premiada do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio Jonas Lopes. Na denúncia, a empresa da família Picciani foi citada em esquema de lavagem de dinheiro de corrupção. Lopes declarou que R$500 mil oriundos de corrupção foram usados na compra subfaturada de cem cabeças de gado da raça girolando da Agrobilara, em Uberaba. A transação teria sido para dissimular a natureza ilícita dos recursos.

Picciani negou qualquer irregularidade e argumentou que todas as operações da empresa passam por auditorias periódicas, inclusive de empresas independentes. “Todas as operações são auditadas, todas as notas fiscais emitidas e todos os impostos recolhidos. A empresa já ultrapassou diversas verificações por parte das autoridades fiscais e anualmente faz uma auditoria independente. Não há nenhuma preocupação com relação a isso [a denúncia]”, argumenta. O ministro ainda rebate que a denúncia é improcedente e questionou a legitimidade do autor das acusações. “É a palavra de um bandido confesso, que tenta envolver terceiros para se livrar das penas do crime que cometeu”, encerra.



OUTRAS NOTCIAS


Semana da Sade Bucal comea nesta segunda focada no combate ao cncer (22/10)
Piau diz que analisar locao de equipamentos para iluminao de LED (22/10)
Organizao faz avaliao positiva dos trs dias de programao da ExpoCigra (22/10)
Empresas devem fechar proposta de reajuste do nibus em novembro (22/10)
Petrobras coloca equipamentos da planta de amnia em leilo (22/10)
Novo plano diretor deve permitir crescimento da cidade para o norte (22/10)
Temer assina decreto que converte multa ambiental em prestao de servios (22/10)
Cmara analisa mudanas na legislao de planos de sade para beneficiar idosos (22/10)
Maro recorre ao Estado para concluso das obras de reforma da delegacia da PC (21/10)
Vereadores buscam explicaes de secretrio sobre cortes para Sade (21/10)
Marcos Montes premiado pela defesa do setor agropecurio (21/10)
Militares vo CMU falar sobre o Proerd, que j atendeu mais de 70 mil estudantes (21/10)
Pr-candidato se esquiva de falar sobre propostas para atender ruralistas (21/10)
Bolsonaro defende porte de arma e quer lei americana para o Brasil (21/10)
Empreendedorismo ser tema de comdia teatral para fechar a 5 ExpoCigra Fiemg (20/10)
Conselho discute recursos para Sade com comisses da CMU (20/10)
Vereador cobra informaes da PMU a respeito de convocaes (20/10)
Pr-candidato Jair Bolsonaro cumpre agenda hoje na cidade (20/10)
Jair Bolsonaro recepcionado com festa por apoiadores em Uberaba (20/10)
Comisso de Constituio e Justia aprova relatrio a favor de Temer na Cmara Federal (19/10)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Projeto de Lei elaborado pela PMU prope o pagamento de taxa para regulamentar a atuao do Uber no municpio. Voc acredita que esta uma medida eficaz para acabar com a queda de brao entre motoristas do aplicativo e taxistas?




JM FORUM
Recentemente, trs alunas de escolas municipais e estadual ficaram entre as melhores do mundo na final do Panamericano de Ginstica Acrobtica, nos Estados Unidos. Para a viagem, as ginastas contaram com patrocnio de empresas locais. Outros grupos no tm a mesma sorte, no entanto. Na sua opinio, o que falta para o setor privado incentivar os estudantes a irem alm das fronteiras?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017