c Troca de áreas viabiliza construção de Cemei no bairro Jardim Maracanã - Jornal da Manhã - 46 anos

JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Troca de áreas viabiliza construção de Cemei no bairro Jardim Maracanã

Câmara Municipal aprovou projeto de lei do Executivo que dispõe sobre troca de área verde localizada no Maracanã por outra

- Por Marconi Lima Última atualização: 11/07/2018 - 08:05:07.

A Câmara Municipal de Uberaba (CMU) aprovou projeto de lei de iniciativa do Executivo que dispõe sobre a troca de área verde localizada no bairro Maracanã por outra, de propriedade da empresa Engisa Construções Ltda., localizada no mesmo bairro. Com a permuta pretende-se construir um Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) que atenderá, em período parcial, cerca de 400 crianças. O imóvel de propriedade da construtora conta com área de 694,40m2, com valor médio de R$962.748,11. Já a área verde, de propriedade do município, tem área com 5.182,37m2, com valor médio de R$941.692,70.

A secretária-adjunta de Educação, Mônica Rodrigues, esclareceu que inicialmente seriam atendidas as crianças dos Cemeis, mas que por conta da mudança da demanda serão atendidas crianças do residencial Rio de Janeiro, com a faixa etária acima de quatro anos de idade. E ela revelou também que neste ano não serão abertas novas vagas. “Nós vamos acolher as crianças que estão em escolas mais distantes para evitar a questão do transporte”, pontuou, afirmando que no próximo ano, se houver mudanças, os atendimentos serão retomados às crianças do Cemei.

Requerimento. Projeto de lei que buscava oferecer o tratamento de saúde bucal adequado a pessoas hospitalizadas será transformado em requerimento pelo seu autor, o vice-presidente da Mesa Diretora, Agnaldo Silva (PSD), depois de receber parecer de inconstitucionalidade. A ideia da matéria é instituir no município a Política Municipal de Proteção à Saúde Bucal da Pessoa Hospitalizada, a qual prevê ações a serem desenvolvidas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), com o apoio de especialistas.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia