Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Marconi Lima - 12/08/2017

Setor sucroenergtico quer manter a alquota sobre o etanol em MG a 14%

Compartilhar:

A manutenção da atual alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o etanol, que pode subir em janeiro dos atuais 14% para 16%, foi uma das principais reivindicações das lideranças do setor sucroenergético apresentadas aos deputados da Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Os parlamentares estiveram cidade de Campo Florido, onde participaram da 9ª edição da Canacampo Tech Show. O aumento da tributação sobre o etanol é objeto da Lei 22.549, de 2017, originada do Projeto de Lei (PL) 3.397/16, de autoria do Executivo, aprovado pelo plenário em junho último. A lei trouxe uma série de medidas para facilitar o pagamento de dívidas tributárias, além de descontos para quem pagar os impostos em dia. Contudo, como medida compensatória para a renúncia de receitas, eleva a alíquota de ICMS de alguns produtos, entre eles o etanol.

Segundo a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), 11 usinas da região encerraram suas atividades nos últimos anos. O presidente da comissão, deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB), lembrou que o ICMS sobre o etanol foi reduzido de 28% para 14% nas administrações estaduais anteriores e que, na atual, a expectativa era de que fosse dada sequência a essa trajetória de queda.



OUTRAS NOTCIAS


Codau abre licitao este ms para construir barragem no rio Uberaba (21/08)
Curso vai estimular o uso das mesas pedaggicas nos Cemeis (21/08)
Prefeitura deixa de recolher lixo hospitalar do setor privado (21/08)
CMU retoma plenrias aps recesso e traz pauta enxuta (21/08)
Morre, aos 92 anos, ex-senador e fundador do Grupo Carlos Lyra (21/08)
Governo prev economia de R$ 17 bi com fim de fraude em auxlio-doena (20/08)
Servidores pblicos no perdero plano de sade plus com a nova operadora (20/08)
Resoluo de rezoneamento do TRE extingue a 277 Zona de Uberaba (20/08)
Acordo de R$ 11 bilhes pode evitar o leilo de hidreltricas da Cemig (20/08)
Uniube ter R$ 2,1 mi e Funepu, R$ 635 mil, do Hospital Regional (20/08)
Ministro do Planejamento abre mo de R$ 18 mil da remunerao mensal (20/08)
Prefeitura cria comisso para revisar as alquotas do ISSQN (20/08)
Governador participa de manifestao contra leilo de usinas no Tringulo (19/08)
Assinado ontem convnio para a gesto do Hospital Regional (19/08)
Cidade volta a registrar saldo negativo na gerao de emprego (19/08)
Prefeitura encaminha ao Legislativo terceirizao do Restaurante Popular (19/08)
Unimed vence licitao para o plano de sade dos servidores (19/08)
Governo envia projeto com novas metas e estima dvida acima de 80% do PIB (18/08)
Vereador pede providncia para rua em que se registrou acidente fatal (18/08)
Fundao credencia 90 artistas para eventos ao longo do ano (18/08)




ESPECIAL DE ANIVERSRIO 2017
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
O Codau iniciou a transposio do rio Claro. Segundo dados da autarquia, a vazo do rio Uberaba est em torno de 1.520 litros/segundo e, para atender demanda da cidade, necessrio um volume de 900 litros/segundo. Voc acredita que a transposio necessria neste momento?





JM FORUM
Governo federal diminuiu a previso do salrio mnimo para 2018, tendo em vista a queda na inflao, prevista ainda para este ano. Assim, o novo salrio mnimo deve ser de R$ 969 e no mais de R$ 979, como previsto, mas ainda poder sofrer mais reajustes at o fim do ano. Qual a sua opinio sobre os novos valores?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017