JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Apesar de reajuste aprovado, SSPMU quer manter negociação

A aprovação do projeto referente ao reajuste salarial do funcionalismo não significa o fim das negociações com o governo municipal

15/05/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos

A aprovação do projeto referente ao reajuste salarial do funcionalismo não significa o fim das negociações com o governo municipal. A afirmação é do presidente do SSPMU (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba), Luís Carlos dos Santos, que assegurou a continuidade das articulações com o Executivo para ampliar o percentual concedido inicialmente pela Prefeitura. Santos lembra que o prefeito Paulo Piau se comprometeu a retomar as negociações com a categoria em julho e o sindicato cobrará uma nova reunião no segundo semestre. “Nós vamos insistir para sermos recebidos”, posiciona. 

Desde a primeira rodada de negociação o governo ofereceu os 8,8% de reajuste nos salários. O funcionalismo rejeitou o percentual em assembleia e reivindicava, pelo menos, 10% de aumento. No entanto, a Prefeitura foi irredutível às contrapropostas e manteve o índice inicial. Mesmo assim, o sindicalista afirma que a diretoria permanecerá mobilizada para assegurar a volta à mesa de negociações em julho. “Nós não desistimos de tentar um ajuste melhor nos salários”, declara. 

O presidente do SSPMU também manifestou que a direção do SSPMU é a legítima representante da categoria e questionou a ação da comissão de servidores no Poder Legislativo. Segundo ele, a interferência do grupo foi de cunho político junto com vereadores oposicionistas e representou em demora para a aprovação do reajuste, mesmo ciente que o governo não ampliaria o índice. “Essa ação foi altamente prejudicial à categoria, que vai receber o retroativo em duas vezes, além de ter perdido dois meses de reajuste no tíquete”, argumenta.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia