JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Câmara licita combustíveis, mas somente paga o volume que gastar

O montante divulgado no despacho assinado pelo presidente da Casa, vereador Ismar Marão (PSD), causou críticas de internautas

19/03/2019 - 00:00:00. - Por Marconi Lima Última atualização: 19/03/2019 - 08:23:59.

A Câmara Municipal de Uberaba (CMU) publicou no Porta-Voz, órgão oficial de divulgação do município, a homologação do processo administrativo para contratação de empresa para fornecimento de combustível destinado à frota de veículos de propriedade do Legislativo para os próximos 12 meses.
 
O montante divulgado no despacho assinado pelo presidente da Casa, vereador Ismar Marão (PSD), causou críticas de internautas. De acordo com o contrato, serão fornecidos até 15 mil litros de gasolina comum ao preço de R$4,749. São mais até cinco mil litros de óleo diesel S-10, ao valor de R$2,999. E tem ainda até dez mil litros de etanol ao valor de R$3,799.
 
Marão rebateu as críticas. O parlamentar explica que no processo licitatório, é levado em consideração o volume e preços viáveis por um ano, que é o tempo mínimo para a contratação de um serviço.
 
“E a Câmara não é obrigada a consumir todo o valor que está previsto no contrato. O Legislativo vai adquirir somente o que for necessário para o abastecimento de sua frota, de quatro veículos”, justificou.
 
Segundo o presidente da CMU, o Legislativo gasta, em média, R$1.360 mensais. “São, em média, 70 litros de combustíveis gastos por veículo por mês”, reforçou Ismar Marão.
 
No próprio despacho publicado no Porta-Voz, a Câmara declara que “somente se responsabiliza pelo pagamento do que for efetivamente requisitado e entregue, de acordo com as suas necessidades, não estando obrigada a solicitar, na integralidade, a quantidade total estabelecida na ata de registro de preços”.
 

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia