JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Projeto institui em Uberaba a "Semana de Conscientização e Combate ao Feminicídio"

O projeto estabelece que a data seja comemorada anualmente na primeira semana de março

20/02/2019 - 00:00:00. - Por Marconi Lima Última atualização: 20/02/2019 - 06:42:22.

A Câmara Municipal de Uberaba (CMU) aprovou proposta que altera Lei Municipal que dispõe sobre o Calendário Popular, instituindo a “Semana de Conscientização e Combate ao Feminicídio”. 

O projeto estabelece que a data seja comemorada anualmente na primeira semana de março. Para tratar desse tema, a coordenadora do Apoio entre Mulheres Abusadas Intimamente (Amai), Juliana Maria Lanzarini, esteve no Plenário da CMU.

Ela destacou que levantamento realizado em 2019 sobre o assunto contabilizou mais de 120 mulheres vítimas de feminicídio no país, somente em janeiro. “No Brasil, até o momento, grande parte dos crimes executados contra a mulher foi praticada pelos companheiros ou ex-companheiros das vítimas, usando armas de fogo. É um número assustador. Possivelmente, até a data de hoje, o índice de feminicídio tenha alcançado ou ultrapassado o número de mortos em Brumadinho”, lamentou.

“Esperamos que com o projeto, o Poder Público Municipal promova mais debates com a sociedade sobre o tema, que não diz respeito somente ao Centro Integrado da Mulher, mas, sim, aos mais diversos órgãos municipais”, acrescentou. 

“Esse termo feminicídio tem sido largamente veiculado na mídia, tendo em vista os tristes episódios de violência envolvendo mulheres. O Brasil apresenta um número assustador desse tipo de crime. Contudo, há diversas pesquisas, relatórios e estudos demonstrando que esse comportamento não acontece só aqui, mas em muitos outros países”, disse o presidente da CMU, Ismar Marão (PSD), autor do projeto.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia