JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

PMU confirma amanhã se libera vale-alimentação no dia 15

Repasse de parcela do ICMS possibilita a previsão

10/01/2019 - 00:00:00. - Por Gisele Barcelos Última atualização: 10/01/2019 - 07:23:55.

Tíquete-alimentação dos servidores da Prefeitura está previsto para ser liberado no dia 15 de janeiro, conforme o secretário municipal de Finanças, Wellington Fontes. O titular da pasta afirma que a data deve ser confirmada até amanhã, após a análise da entrada de receitas esta semana. 

Fontes explica que a Prefeitura recebeu agora o repasse da parcela do ICMS referente à semana passada e aguarda o montante da semana atual. No entanto, ele avalia que, a princípio, houve melhora do Estado quanto ao cumprimento das transferências. “O IPVA está vindo. Não está como no ano passado”, pondera.

Em entrevista à Rádio JM ontem, o prefeito Paulo Piau também considerou que a resposta inicial da nova gestão é positiva, mas será preciso dar prazo para o governador Romeu Zema (Novo) conseguir resolver o problema. “Nesta semana, o governo do Estado fez um gesto importante para os municípios mineiros e trouxe pouco mais de recursos ICMS, IPVA e Fundeb, mas ainda não está em dia. Agora faz uma semana que está na cadeira e temos que dar um tempo para entender as finanças do Estado”, salienta. 

O Governo de Minas comunicou na última segunda-feira que o processo de retomada das transferências regulares de recursos para os municípios mineiros terá início a partir de agora. O texto informa que a administração fazendária trabalha arduamente para equilibrar e equacionar os repasses aos municípios e haver a regularização dos atrasos nos salários dos servidores estaduais. “A decisão, nesta segunda-feira (7), do Supremo Tribunal Federal (STF), que desbloqueou R$443,3 milhões da conta do Estado de Minas Gerais, segundo o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, trará um novo alento para a estabilidade do caixa estadual no decorrer deste mês de janeiro”, encerra o comunicado.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia