JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Concessionárias querem tarifa a R$ 4,17 para transporte coletivo

Empresas de transporte coletivo pleiteiam reajuste da tarifa de R$3,80 para R$4,17 em 2018. O valor corresponde a quase 10% de aumento no valor da passagem

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 07/12/2017 - 15:21:08.

Foto/Arquivo


Preço do diesel e salários dos funcionários foram os itens que mais impactaram na planilha, segundo as empresas

 

Empresas de transporte coletivo pleiteiam reajuste da tarifa de R$3,80 para R$4,17 em 2018. O valor corresponde a quase 10% de aumento no valor da passagem. O pedido foi protocolado esta semana para análise do governo municipal.

De acordo com presidente da Associação das Empresas de Transporte Coletivo de Uberaba, Rodrigo Oliveira, a alta no preço do diesel e o impacto das negociações salariais foram os principais fatores que pesaram na planilha de custos no período e embasaram o cálculo do reajuste da tarifa. Oliveira ressalta que a planilha com todas as despesas e as oscilações verificadas foi apresentada à Prefeitura para justificar o reajuste proposto no preço da passagem a partir de 2018.

O representante das concessionárias de ônibus acrescenta que já solicitou uma reunião com a equipe do governo municipal para discutir o reajuste, mas a data ainda não foi acertada. “Nós temos urgência pela situação atual vidada pelas empresas. Precisamos manter a capacidade de investimento. Esse ano já foram renovados 44 ônibus da frota, mesmo com o momento de crise no país”, posiciona.

Em nota, a Prefeitura informou que o documento encaminhado pelas empresas de ônibus seguirá para estudo dos técnicos da Superintendência de Transporte Público. A equipe fará análise detalhada da planilha de custos para se posicionar sobre a proposta de reajuste.

Em 2016, as concessionárias solicitaram aumento da passagem de R$3,50 para R$4,08, o que correspondia a reajuste em torno de 16%. Entretanto, a equipe técnica da Prefeitura apontou valor máximo de R$3,83, o que foi seguido na decisão final do prefeito Paulo Piau.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia