Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
12/10/2017

STF decide que parlamentar no pode ser afastado sem aval do Congresso

Compartilhar:

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (11) que deputados e senadores não podem ser afastados do mandato por meio de medidas cautelares da Corte sem aval do Congresso. A conclusão foi definida com voto decisivo da presidente do STF, Cármen Lúcia. O julgamento foi finalizado em 6 votos a 5.

A decisão deverá ser aplicada no caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que recorreu da medida adotada pela Primeira Turma, na última semana de setembro. Por 3 votos a 2, o colegiado determinou o afastamento dele do mandato e seu recolhimento noturno em casa. No entanto, a decisão não é automática, e ainda não foi definido como será decidida na Corte.

Após cerca de 10 horas de julgamento, os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello votaram pela possibilidade de afastamento sem autorização da Câmara dos Deputados ou do Senado. Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, votaram pela necessidade de aval do Legislativo.

No voto decisivo para o julgamento, a ministra Cármen Lúcia entendeu que a Corte pode determinar medidas cautelares, mas a palavra final é do Congresso para preservar a soberania do voto popular. No entanto, a ministra ponderou que imunidade não é sinônimo de impunidade. Segundo ela, contra decisões judiciais cabe recurso e "não desacato".

A Corte julgou na tarde de ontem uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC, que entendem que todas as medidas cautelares diversas da prisão previstas no Código de Processo Penal (CPP) precisam ser referendadas em 24 horas pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado quando forem direcionadas a parlamentares. Entre as previsões está o afastamento temporária da função pública. A ação foi protocolada no ano passado, após a decisão da Corte que afastou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato.

Fonte: Agência Brasil  



OUTRAS NOTCIAS


Prefeitura encerra obra de drenagem do calado da Artur Machado em 4 dias (17/07)
Mudanas na Guilherme Ferreira geram dvidas, mas no se registrou acidente (17/07)
Em meio turbulncia partidria, Piau cumpre agenda em Braslia (17/07)
Grupo pr-interveno militar volta a fazer manifestao (17/07)
Sade confirma 2 casos de zika na cidade; outros 14 so investigados (17/07)
Toninho Andrade destitudo do comando do MDB em Minas Gerais (17/07)
Seds lana nova etapa de poltica para resgatar moradores de rua de Uberaba (16/07)
Deputados chegam ao fim do semestre sem votar nenhum projeto na ALMG (16/07)
Centro discute alianas estaduais e campanha com Ciro e Alckmin (16/07)
Denncia on-line sobre irregularidades nas eleies j est disponvel no TRE (16/07)
Pr-candidato usa aplicativo de paquera para fazer campanha (16/07)
TCE adverte Codiub por falta de informaes sobre folha de 2017 (16/07)
Mesmo como vice na chapa, Marcos Montes coordenar campanha de Anastasia no interior (15/07)
Quatro servidores se licenciam para disputar eleies em outubro deste ano (15/07)
Prefeitos da regio so multados por no enviar informaes ao TCE (15/07)
Candidato a governador, Joo Batista Mares Guia est sem vice em sua chapa (15/07)
Mais de 160 municpios j recorreram ao Judicirio, diz AMM (15/07)
Estado no responde notificao e PMU pode cobrar dvida na Justia (15/07)
Escolher Uberaba para morar foi a deciso mais acertada, diz Aelton (15/07)
Corregedoria da Justia corre o risco de ficar sem dinheiro para inspees (15/07)




San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018