Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
12/10/2017

STF decide que parlamentar no pode ser afastado sem aval do Congresso

Compartilhar:

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (11) que deputados e senadores não podem ser afastados do mandato por meio de medidas cautelares da Corte sem aval do Congresso. A conclusão foi definida com voto decisivo da presidente do STF, Cármen Lúcia. O julgamento foi finalizado em 6 votos a 5.

A decisão deverá ser aplicada no caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que recorreu da medida adotada pela Primeira Turma, na última semana de setembro. Por 3 votos a 2, o colegiado determinou o afastamento dele do mandato e seu recolhimento noturno em casa. No entanto, a decisão não é automática, e ainda não foi definido como será decidida na Corte.

Após cerca de 10 horas de julgamento, os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello votaram pela possibilidade de afastamento sem autorização da Câmara dos Deputados ou do Senado. Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, votaram pela necessidade de aval do Legislativo.

No voto decisivo para o julgamento, a ministra Cármen Lúcia entendeu que a Corte pode determinar medidas cautelares, mas a palavra final é do Congresso para preservar a soberania do voto popular. No entanto, a ministra ponderou que imunidade não é sinônimo de impunidade. Segundo ela, contra decisões judiciais cabe recurso e "não desacato".

A Corte julgou na tarde de ontem uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC, que entendem que todas as medidas cautelares diversas da prisão previstas no Código de Processo Penal (CPP) precisam ser referendadas em 24 horas pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado quando forem direcionadas a parlamentares. Entre as previsões está o afastamento temporária da função pública. A ação foi protocolada no ano passado, após a decisão da Corte que afastou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato.

Fonte: Agência Brasil  



OUTRAS NOTCIAS


Conselho do TSE se rene novamente para combater as fake news na eleio (16/01)
Sancionado, oramento do Estado tem dficit de mais de R$ 8 bilhes (16/01)
Prefeito tira frias e reforma do secretariado fica para depois (16/01)
Uberaba no confirma dengue nos primeiros dias do ano (16/01)
Chuva no d trgua e atrasa concluso do primeiro LIRAa (16/01)
Justia Federal nega recursos e mantm suspenso da posse de Cristiane Brasil (16/01)
PF indicia ex-prefeito de SP Fernando Haddad por irregularidades em campanha (15/01)
Justia Federal do Rio recebe mais uma ao contra nomeao de Cristiane Brasil como ministra (15/01)
Frum Melo Viana passa por correio durante o ms de janeiro (15/01)
Administrao alerta para prazo de regularizao de imveis com desconto (15/01)
Arte Solidria volta atividades com apresentaes nas UPAs (15/01)
Petrobras discute retomada da planta de amnia em Trs Lagoas (15/01)
Educao promove encontro com equipes escolares a partir de hoje (15/01)
PMU prorroga mais uma vez prazo para concluso das obras do BRT (15/01)
Aps crticas, PMU revoga licitao para iluminao com lmpadas de LED (14/01)
Sade da Famlia passa por avaliao do governo federal (14/01)
Dnit libera contratao de 4 colocada para obras de travessia (14/01)
Prazo para informar gastos com Educao acaba dia 30 (14/01)
Altamir Rso deve integrar 1 escalo de Piau com a reforma (14/01)
Prefeito visita conjunto de obras em andamento e pede limpeza de via (13/01)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Aps anunciar que o IPVA poderia ser parcelado somente na capital, Detran/MG estendeu a forma de pagamento ao interior, inclusive Uberaba, que tem dois postos credenciados. Voc pretende aproveitar e parcelar o pagamento?






JM FORUM
PMU conseguiu financiamento para construir viaduto na rotatria do Parque Fernando Costa e o edital dever ser lanado em breve. Contudo, a obra divide opinies. Voc acredita que o viaduto trar benefcios prticos ao trnsito no local?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018