Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLTICA
Tamanho do texto: A A A A
Gisele Barcelos - 21/04/2017

Processo administrativo da PMU apura irregularidades nas UPAs

Compartilhar:

Arquivo

 

Prefeitura abre processo administrativo contra a Pró-Saúde para apurar possíveis irregularidades no gerenciamento das UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento). A medida será formalizada em decreto publicado no Porta-Voz que entra em circulação neste fim de semana. A abertura do processo administrativo foi embasada em dados de sindicância realizada pela Controladoria Geral do Município para verificar o cumprimento das exigências contratuais pela organização social que assumiu a gestão das UPAs em 2015.

Conforme o procurador-geral do município, Paulo Salge, na próxima semana a equipe estará focada na análise da documentação apresentada pela sindicância. Em paralelo, será aberto o prazo de defesa para a manifestação da Pró-Saúde. “Tão logo a entidade apresente as devidas justificativas, vamos emitir o parecer jurídico conclusivo e repassar ao prefeito. Estimo que de 15 a 30 dias nós teremos uma decisão [sobre a continuidade do contrato com a entidade]”, posiciona.

Salge declara que a abertura do processo administrativo não representa o encerramento do contrato com a Pró-Saúde. Segundo ele, o município não fará prejulgamento. “Não vamos emitir qualquer juízo de valor no momento. O trabalho será pautado frente aos princípios da impessoalidade, razoabilidade, justiça e da legalidade. Não temos como afirmar agora se o contrato será rescindindo ou não. Até porque, se existir anomalias, serão avaliados graus de penalidades. Vamos apurar com neutralidade e pautados na lei”, reforça.

No decreto que oficializa a abertura do processo, a Prefeitura citou elementos constantes na sindicância, recomendações ministeriais, reclamações de ineficiência, notícias como greve de funcionários e médicos, entre outros fatores que indicam comprometimento da continuidade de prestação de serviços públicos. O documento destaca ainda que a abertura do processo tem o embasamento devido legal, pois cabe à administração municipal exigir efetivo e eficaz cumprimento dos referidos serviços.

A assessoria de imprensa da Pró-Saúde foi acionada para se manifestar sobre o caso. Por meio de nota, a OS disse desconhecer a existência de decreto da Prefeitura de Uberaba referente à abertura de processo administrativo contra a entidade. “E informa que irá aguardar notificação oficial para que, diante de seu conteúdo, responder às questões pertinentes”, finaliza a nota.

A sindicância realizada pela Controladoria também já resultou na intervenção da Secretaria de Saúde dentro das UPAs. Desde a semana passada, equipe técnica está monitorando in loco o serviço. O grupo fará o acompanhamento pelos próximos 90 dias e apresentará um relatório que servirá de base para o prefeito Paulo Piau (PMDB) definir o destino do contrato com a organização social.



OUTRAS NOTCIAS


Tribunal de Contas d prazo at dia 31 para Estado atualizar os dados da folha (26/05)
TRE-MG decide pela improcedncia de aes contra Fernando Pimentel (26/05)
A partir de 1 de junho as guias da Cosip estaro na internet (26/05)
Levantamento indica que 100% dos postos esto desabastecidos (26/05)
Codau diz ter estoque de produtos de tratamento de gua por sete dias (26/05)
Transporte coletivo circula hoje utilizando horrios de domingo (26/05)
PMU nega boato de paralisao total do transporte coletivo (26/05)
Caminhoneiros deixam as rodovias prximas a Uberaba, mas seguem paralisados (26/05)
Vereadores buscam a liberao de mais de R$ 1 milho para instalar Hospital Dia (25/05)
Piau tenta parceria na Rssia para viabilizar o aeroporto de cargas (25/05)
Com liberao de combustvel, PMU mantm servios (25/05)
Transporte coletivo continua rodando hoje com 50% da frota (25/05)
Balano indica que 483 contribuintes j aderiram ao Refis Judicial 2018 (25/05)
Ateno usurios: transporte coletivo funcionar amanh em horrio de domingo (25/05)
Greve dos caminhoneiros: grupo grevista pede liberao das estradas (25/05)
Vereadores vo a audincia pblica sobre o ressarcimento a vtimas de acidentes nas BRs (24/05)
Piau se rene com empresas dos ramos de fertilizantes, gs e petrleo na Rssia (24/05)
Greve de caminhoneiros ameaa servios; transporte coletivo pode parar no fim de semana (24/05)
PMU consegue liberao de combustvel e Governo Federal anuncia acordo com caminhoneiros (24/05)
Licitao para servios de limpeza tem empresa vencedora (24/05)




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018