JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 20 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍTICA

Piau cobra de ministro medida essencial para a planta de amônia

Prefeito Paulo Piau aproveitou agenda do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para retomar a discussão sobre revisão da política tributária na produção de fertilizantes

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 14/02/2017 - 07:58:32.

Foto/Neto Talmeli

Prefeito Paulo Piau ao entregar documento ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, ontem, em Uberaba

O prefeito Paulo Piau (PMDB) aproveitou a agenda do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), para retomar a discussão sobre revisão da política tributária sobre a produção nacional de fertilizantes. Em documento entregue ao representante do governo federal, Piau argumenta que a medida é essencial para viabilizar a conclusão da planta de amônia em Uberaba.

O debate sobre o término da fábrica vem se arrastando desde que a obra foi paralisada, em 2015. No ano passado começaram articulações para a venda das ações da Petrobras a um investidor privado, porém a transação depende da atratividade do negócio.

Conforme o chefe do Executivo, o mercado nacional de fertilizantes não é atrativo para os investidores privados no momento. Piau ressalta que a produção brasileira do insumo sofre com a carga tributária, enquanto a mercadoria importada de outros países está isenta de impostos. “Estamos diminuindo a fabricação de fertilizantes no Brasil e importando cada dia mais. [...] Nós já estamos chegando perto de 80% de importação. isso é inaceitável. A questão da planta de amônia passa necessariamente pela revisão fiscal e tributaria da produção nacional de fertilizantes”, acrescenta.

O prefeito defende que a proposta é cobrar um controle mais rígido do governo federal sobre a importação de fertilizantes e também criar políticas de incentivo à indústria nacional. “Somos um país que tem agricultura forte, mas não tem soberania. Basta a Rússia parar de exportar potássio para quebrar agricultura brasileira. O governo brasileiro tem que ficar atento. Precisamos de uma política mais sólida, igual nos Estados Unidos. O americano importa até 50% [do consumo interno]. Além disso, ele subsidia e incentiva a produção nacional”, pondera.

O documento foi entregue ao ministro durante reunião na sede do Sindicato Rural. Em contrapartida, o ministro destacou que o secretário nacional de Política Agrícola, Neri Geller, dará início a conversas para debater o assunto e, em breve, convocará o prefeito para uma reunião.

Visita. Na reunião, Piau também revelou que está sendo trabalhada agenda do governador Fernando Pimentel (PT) em Uberaba nos próximos dias e o assunto também será tratado com o Estado.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia