Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLCIA
Tamanho do texto: A A A A
Renato Manfrim - 21/09/2017

Familiares de detentos se revoltam com descarte de objetos pelo Cope

Compartilhar:

Foto/Jairo Chagas

Roupas, produtos de higiene pessoal e alimentos estavam entre os objetos descartados após revistas nas celas da penitenciária

Equipes do Comando de Operações Especiais do Sistema Prisional (Cope), após as revistas nas celas da penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira” na última terça-feira (19), despejaram do lado de fora, onde fica o lixo da unidade, um grande amontoado de pertences pessoais dos presos. Entre estes, roupas, fotos de familiares, objetos de higiene pessoal, alimentos, entre outros.

Familiares dos detentos recolheram vários destes objetos, mas se revoltaram com a postura do Cope. Eles enviaram notas de indignação à reportagem do Jornal da Manhã. “Tudo bem que é o trabalho e dever deles [Cope] promover a ordem pública e manter a paz, porém, o que aconteceu foi que tiraram tudo dos detentos, até coisas de higiene pessoal e alimentos que as famílias levaram no domingo, inclusive TVs de LCD com nota e rádios”, diz trecho de um dos depoimentos de indignação de familiar de preso. Em outra afirmação de indignação com o procedimento de retirada dos pertences pessoais dos presidiários, familiar declarou: “Todas essas coisas foram compradas com o nosso suor e são pertences que eles têm direito. Mantimentos são coisas sagradas. Tantas pessoas passando necessidades e eles jogam tudo isto no lixo?”, questionou.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que na ação de revista realizada no dia 18 de setembro, na penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira”, em Uberaba, que contou com o apoio do Comando de Operações Especiais do Sistema Prisional (Cope), foram apreendidos 87 papelotes de substância semelhante a maconha e cinco de cocaína, 17 celulares, 10 chips, dois pendrives e 10 chuços (vara armada de ferro pontiagudo).

Os presos, acompanhados de agentes de segurança penitenciária, fizeram a separação de objetos e alimentos que estavam no interior das celas e que precisavam ser descartados. Ações de revista são rotineiras em todas as 210 unidades prisionais administradas pela Seap e essa foi uma delas.






San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018