Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLCIA
Tamanho do texto: A A A A
Renato Manfrim - 13/09/2017

Penitenciria local pode estar sob interveno, diz sindicato

Compartilhar:

Foto/Jairo Chagas

Viaturas com equipes do Comando de Operações Especiais da Seap chegando à penitenciária na tarde de ontem

O Comando de Operações Especiais (Cope) da Seap (Secretaria Estadual de Administração Prisional), de Belo Horizonte (MG), realiza trabalho sigiloso na penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira". Segundo informações da Sindasp-MG (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária da Mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba do Estado de Minas Gerais)/Sata-MG, o objetivo do grupo na unidade prisional de Uberaba possivelmente é uma intervenção geral.

Ontem, ainda de acordo com o Sata, haveria a chegada de novas equipes do Cope. No entanto, até o fechamento desta edição, a informação não havia se confirmado. A assessoria de comunicação da Seap confirmou, em nota, que o Cope está há duas semanas em Uberaba, à disposição da direção da unidade, para apoio de segurança, e não há situação de anormalidade na unidade prisional.

O presidente do Sata, Juscelino Maktub, comenta que, quando o Cope é acionado para comparecer a uma penitenciária, é para realizar intervenção e a mesma pode acontecer por causa de dois motivos: “Primeiro, com relação a revistas, buscas e transferência de líderes de facções criminosas, no caso aqui [penitenciária de Uberaba], do PCC (Primeiro Comando da Capital); e o segundo pode ser para trocar a diretoria da penitenciária”, afirmou.

Desta forma, a previsão é que o Cope, segundo Maktub, promova a readequação de procedimentos da penitenciária. “Eles [Cope] vão consertar qualquer procedimento que esteja sendo feito de maneira errada, se tiver alguma ordem da direção que não esteja prevista, eles readéquam todos os procedimentos e ficam por aqui [penitenciária] por algum tempo, fazem toda a revista na unidade prisional, retiram todos os tipos de excessos e ilícitos. Enfim, eles estabelecem as normas e procedimentos que são padrão”, explicou Maktub.






EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Publicado decreto de n 1.083/2017, que tem durao de 30 dias, que vai multar quem desperdiar gua em Uberaba. Voc concorda com a medida?




JM FORUM
Operao do Comando de Operaes Especiais do Sistema Prisional (Cope) na penitenciria Professor Aluzio Igncio de Oliveira visa coibir atuao do PCC na unidade. Na sua opinio, a atuao se faz necessria e eficaz?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017