Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLÍCIA
Tamanho do texto: A A A A
09/06/2012

Trio que tomava empréstimos em nome de aposentados é preso

Compartilhar:

Polícia Federal prendeu na tarde de ontem um homem de Uberaba e duas mulheres, uma do Ceará e outra do Maranhão, acusados de estelionato. Eles criavam documentos com os dados pessoais de aposentados e por meio deles buscavam empréstimos junto à rede bancária. As investigações começaram depois que a polícia foi acionada pela Caixa Federal, por causa do número de contas que foram abertas pelo trio. Com eles foram apreendidos R$30 mil, farta quantidade de material, documentos, celulares e um notebook.

As prisões aconteceram na agência da Caixa Econômica Federal, situada na avenida Leopoldino de Oliveira, no centro, quando Cláudio Borges, 34 anos, natural de Uberaba; Conceição dos Santos Serra, 38, natural de São Luís (MA), e Emília Freire Silva, natural de São João do Jaguaribe (CE), foram flagrados tentando fazer um saque em uma conta bancária. O delegado da Polícia Federal Carlos Henrique Cotta D'Angelo contou à reportagem que, a pedido da Caixa, já vinha investigando o trio há cerca de dois meses, por desconfiar de várias contas bancárias abertas por eles.

Foi apurado que o homem e as duas mulheres, que estavam hospedados em um hotel no bairro São Benedito, agiam procurando por pessoas aposentadas sem restrições financeiras e, de posse destes dados, confeccionavam documentos falsos com os nomes das supostas vítimas, porém com fotos deles. Em seguida, faziam empréstimos financeiros e abriam contas bancárias, para depois fazer os saques.

Na tarde de ontem, após um saque de R$30 mil na Caixa da Fidélis Reis, eles se dirigiram a agência central do mesmo banco, onde havia mais R$30 mil já autorizados, sendo presos.

Nenhuma das vítimas é da cidade de Uberaba, mas serão comunicadas a critério da Caixa. A Polícia Federal está investigando se eles fazem parte de alguma quadrilha, já que os celulares apreendidos tocavam a todo momento, com chamadas de várias partes do país.

Segundo o delegado, todos já têm extensas fichas na polícia por este tipo de crime, explicando também que como todos os dados eram falsos, após as contas abertas, o dinheiro era depositado para eles e o segurado teria de pagar pela operação. Porém, com o tempo, logo provaria a sua inocência e o prejuízo ficaria para a Caixa Econômica Federal, por isso a atuação da Polícia Federal.

Os três envolvidos foram encaminhados ontem mesmo à Penitenciária Aluízio Ignácio de Oliveira. Com eles foram apreendidos um notebook, vários celulares, R$30 mil em dinheiro e grande quantidade de documentos falsos.






Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
Banner revista abril/14

Banner blog mais bella
ENQUETE
A CBF acaba de confirmar o nome de Dunga para técnico da Seleção Brasileira. Você concorda?





JM FORUM
Passadas as emoções da derrota e agora com mais calma, qual é o principal legado da Copa do Mundo para o Brasil?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA