c Homem se fere ao bater carro em perseguição e troca de tiros - Jornal da Manhã - 46 anos

JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Homem se fere ao bater carro em perseguição e troca de tiros

Motorista de carro fugiu de abordagem da Polícia Militar no bairro Planalto e seguiu para MG-427, onde bateu, após troca de tiros, em estrutura de padrão de energia

- Por Renato Manfrim Última atualização: 22/06/2018 - 13:48:28.

Jairo Chagas


Frente do carro ficou destruída após colisão, na tarde de ontem, em estrutura de padrão de energia de posto na MG-427

Após perseguição policial com troca de tiros na MG-427, sentido Conceição das Alagoas-Uberaba, no início da tarde de ontem, homem perdeu o controle direcional e bateu picape VW Saveiro Cross, de cor prata, contra muro de padrão de energia da Cemig de posto de combustíveis, situado próximo ao acesso às Chácaras Vale do Sol.

De acordo com a PM, o condutor ficou gravemente ferido após o acidente e foi encaminhado ao HC/UFTM por viatura policial. Já o passageiro foi conduzido à UPA São Benedito, com suspeita de ter fraturado uma das pernas. Segundo a PM, ninguém ficou ferido devido à troca de tiros.

Durante a perseguição, que começou no bairro Planalto, o suspeito acessou a MG-427 no sentido contrário. Antes, segundo registro da PM, em estrada de terra aos fundos de empresa de cimento que dá acesso às BRs 050 e 262, um dos suspeitos efetuou disparos de arma de fogo contra a viatura policial.

Ainda conforme a PM, durante cerco/bloqueio na MG-427, o motorista suspeito não obedeceu mais uma vez à ordem de parada e foi em direção a uma das viaturas do cerco, efetuando outro disparo de arma de fogo, sendo que o mesmo teria atravessado o para-brisa. Em seguida, um dos militares atirou duas vezes de carabina 5.56 milímetros contra o veículo, sendo um de frente e outro após a Saveiro furar o bloqueio e continuar a fuga no sentido contrário da MG-427 - Conceição das Alagoas-Uberaba.

Pouco depois houve o acidente, ou seja, no momento em que a Saveiro foi acessar a via para o loteamento Chácaras Vale do Sol. Como o pneu dianteiro direito da picape já estava todo rasgado, conforme a PM, provavelmente o condutor perdeu o controle e colidiu com o padrão de energia da Cemig do posto de gasolina.

Neste momento, apenas o passageiro desceu do veículo, sendo abordado e preso. Já o motorista estava inconsciente e apresentava, de acordo com o registro da PM, um grave ferimento na cabeça, com bastante sangramento. Desta forma, ele foi encaminhado rapidamente ao HC/UFTM pela própria viatura policial. Já o passageiro, que estava com ferimentos na perna, cabeça e punho direito, foi levado à UPA São Benedito.

Informação sobre o motorista é de que ele teria sido baleado

O tenente-coronel Breno de Souza Reis, comandante do 67º BPM, contou na Rádio JM que foi o condutor que, inicialmente, teria efetuado os disparos contra a PM. “É importante esclarecermos que as lesões deles foram decorrentes do choque. Houve apreensão do veículo e da arma de fogo. Não podemos falar sobre as motivações dos disparos, já que, como estavam feridos, não conversamos com eles”, contou.

Em um primeiro momento a assessoria de imprensa do HC/UFTM informou que o motorista da Saveiro deu entrada às 13h34 como baleado, ou seja, ferimento grave proveniente de disparo de arma de fogo, e estava na sala de emergência do PS (pronto-socorro), respirando com ajuda de aparelhos, e não havia passado por cirurgia. No entanto, mediante informações contraditórias, a reportagem do Jornal da Manhã entrou em contato novamente com a assessoria do HC, que desmentiu a primeira informação e afirmou que o estado grave da vítima foi devido ao acidente.

A arma de fogo do suspeito, um revólver calibre 38 niquelado, sem numeração, foi apreendida pela PC no local após os trabalhos de praxe do setor de perícia técnica, sendo constatado que três munições foram deflagradas.

Leia mais:

Morre no HC o homem que trocou tiros ontem com a PM

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia