JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Operação das polícias civis de todo o país cumpre 4 mandados na cidade

28 policiais do 5º Departamento de Polícia Civil estiveram empenhados na quinta (14) e ontem na operação PC 27

- Por Renato Manfrim Última atualização: 16/12/2017 - 22:13:02.

Vinte e oito policiais do 5º Departamento de Polícia Civil estiveram empenhados na quinta (14) e ontem na operação PC 27. A denominação foi escolhida porque aconteceu simultaneamente numa ação conjunta com todas as polícias civis dos estados brasileiros e Distrito Federal. A operação em Uberaba finalizou com quatro mandados de prisão cumpridos, uma pessoa desaparecida localizada e investigação de homicídio finalizada.

Segundo informações da Inspetoria de Investigadores da PC em Uberaba, foi cumprido na última quinta-feira mandado de prisão por condenação de homem de 33 anos, que foi encaminhado à penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira”. Além disso, os investigadores cumpriram outros três mandados, sendo um de internação de 30 dias de adolescente no Centro Socioeducativo de Uberaba (CSEUR) após solicitação da Delegacia de Mulheres e outros dois de foragidos da Justiça.

Na primeira ocorrência da PC 27 de ontem, foragido de 43 anos foi encontrado na rua Altair Silva, Jardim Seriema. O mandado dele é referente à condenação pelo crime de receptação, com pena de três anos. Já na segunda ocorrência, o mandado de prisão foi na rua Luiz Próspero, bairro Parque das Américas, onde suspeito foi preso devido a débito alimentar.

Também como parte da operação PC 27, a PC localizou um idoso que estava desaparecido. O mesmo foi encontrado numa pensão, nas proximidades da rodoviária de Uberaba, sendo que ele estava em perfeito estado de saúde e foi entregue à sua família.

O delegado-chefe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Cyro Outeiro, ouviu ontem jovem de 20 anos, suspeito de ter esfaqueado homem de 35, à margem do rio Uberaba, proximidades da rua Rosa Manzan, bairro Fabrício, em setembro deste ano. Ele responderá pelo crime em liberdade e contou que acordou com homem passando a mão nas suas nádegas e que o agrediu fisicamente, mas negou que o esfaqueou, afirmando que a faca o perfurou numa queda. Após diversas diligências (oitivas, relatórios de investigações e perícias), o delegado Cyro fez o relatório final do inquérito e o enviou ao Poder Judiciário.

A PC 27 em Uberaba aconteceu sob a coordenação do delegado-chefe Heli Andrade e o delegado regional Francisco Gouvêa.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia