JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 15 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Ferido em cachoeira está consciente e com respiração espontânea

Estado de saúde de homem de 44 anos, que sofreu lesão pélvica após salto de cachoeira em Ponte Alta, ainda é grave, porém estável

- Por Renato Manfrim Última atualização: 11/07/2018 - 07:47:37.

Divulgação


Corpo de Bombeiros fez o resgate do homem que saltou com corda do alto de cachoeira na região de Ponte Alta

Estado de saúde de homem de 44 anos, que sofreu lesão pélvica após salto de cachoeira no bairro rural de Ponte Alta, em Uberaba, ainda é grave, porém estável. De acordo com a assessoria de imprensa do HC/UFTM, ele, que passou por cirurgia na manhã de segunda-feira (9), não está mais sedado, sendo que se encontra consciente na UTI do hospital. Desta forma, a respiração é espontânea, sem ajuda de aparelhos.

Ele ficou ferido e teve parada cardíaca depois que pulou da cachoeira, que tem cerca de 30 metros, durante atividade denominada tranco jump, esporte radical semelhante ao bungee jump, mas, ao invés de grandes elásticos, usa-se cordas no momento do impacto. Segundo informações, a vítima pratica rapel há mais de dez anos e não foi a primeira vez que ela fez este tipo de salto, apenas presa por uma corda, também chamado pêndulo. Os bombeiros que prestaram o socorro comentaram que o material utilizado não é o adequado para este tipo de salto.

O comando do 8º BBM orienta que a prática de esportes radicais deve ser feita com a observação de princípios de segurança, uso de equipamentos de proteção individual e sob a responsabilidade de pessoas tecnicamente habilitadas para oferecer assistência básica em caso de acidentes.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia