JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 10 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Suspeito de matar trabalhador rural se apresenta e nega autoria

Apresentou-se ontem à Delegacia de Homicídios, o principal suspeito de matar a tiros o trabalhador rural Edson Rodrigues Silva, 40 anos

- Por Renato Manfrim Última atualização: 13/03/2018 - 23:45:07.

Apresentou-se ontem à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Uberaba, o principal suspeito de matar a tiros o trabalhador rural Edson Rodrigues Silva, 40 anos, na última quinta-feira (8). Apesar de vários depoimentos informarem à PC que ele seria o autor, o acusado negou o crime.

Segundo os depoimentos, o suspeito devia cerca de R$6.000 à vítima, referentes a um caminhão que teriam em sociedade, sendo que a vítima estaria cobrando-o insistentemente. Ainda conforme os relatos à PC, o suspeito seria uma pessoa nervosa, andava armado e ainda teria discutido com a vítima alguns dias antes do crime.

“Ele disse que não matou a vítima, que não esteve no local e que não estava ameaçando a vítima. Contou que tinha negócios com ela e que tinha uma dívida com a mesma de aproximadamente dois salários mínimos, referente ao aluguel de terra, que era um arrendamento. Disse também que tinha um caminhão com a vítima, mas que já estava quitado e que eles teriam comprado meio a meio”, contou o delegado-chefe da DHPP/Uberaba, Cyro Outeiro, após ouvir o acusado.

Ainda conforme informações do delegado, o inquérito policial do caso não foi concluído, tendo em vista que falta confirmar as provas que existem contra o suspeito. “Falta ouvirmos mais testemunhas e aguardar os laudos. Confirmando a autoria, vamos concluir o inquérito e pedir a prisão dele à Justiça”, disse.

Edson Silva foi encontrado morto na manhã do dia 8 de março na zona rural de Uberaba. Ele foi atingido por vários disparos de arma de fogo em fazenda nas imediações da “estrada da Casa Azul”, à margem do quilômetro 142 da BR-050, sentido Uberaba-Uberlândia. O filho da vítima relatou à PM que encontrou o seu pai caído ao solo do curral, onde trabalhava ordenhando vacas. Este foi o décimo assassinato ocorrido este ano em Uberaba.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia