Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
POLCIA
Tamanho do texto: A A A A
Carlos Paiva - 17/07/2017

Famlia vive momentos de terror em assalto a residncia

Compartilhar:

Quadrilha de assaltantes invadiu, na noite de sábado, 15, uma residência na avenida Afrânio Azevedo, bairro Santa Marta. Quatro pessoas da mesma família foram rendidas, agredidas, amarradas e mantidas reféns. Um dos assaltantes tentou roubar uma caminhonete GM S10, porém perdeu o controle de direção e bateu contra portão de uma casa vizinha. Ninguém foi preso. O caso começa hoje a ser investigado pela Polícia Civil.

Segundo uma das vítimas, comerciante de 59 anos, ao chegar à sua casa dirigindo a camionete GM S10, cor branca, placas OQJ-2627, no momento em que abria o portão eletrônico da garagem, foi abordada por homens armados de revólveres e que já haviam tomado a residência de assalto minutos antes. Um dos assaltantes, ainda segundo a vítima, de estatura mediana, aparentemente com 25 a 30 anos, encapuzado, adentrou na caminhonete e jogou a comerciante ao solo e passou a agredi-la com socos e chutes.

O homem conseguiu tomar a caminhonete e, ao realizar a marcha a ré perdeu o controle de direção e bateu contra o portão de uma residência vizinha. A caminhonete foi deixada no local. As vítimas de 33 e 71 anos que estavam dentro da casa disseram que foram rendidas por cerca de seis homens, todos armados de revólveres e que entraram pelos fundos. Em seguida, os assaltantes arrombaram o cadeado de um portão, “miolo” de uma fechadura de uma porta e arrombaram, com chutes, a porta de madeira na cozinha.

Assim que entraram no imóvel, agrediram, amarraram as vítimas e exigiram informações sobre o dinheiro. Neste momento, porém, um dos assaltantes alertou os comparsas sobre a chegada da comerciante em sua caminhonete S10. Todos fugiram rapidamente e levaram um aparelho celular.






EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Publicado decreto de n 1.083/2017, que tem durao de 30 dias, que vai multar quem desperdiar gua em Uberaba. Voc concorda com a medida?




JM FORUM
Operao do Comando de Operaes Especiais do Sistema Prisional (Cope) na penitenciria Professor Aluzio Igncio de Oliveira visa coibir atuao do PCC na unidade. Na sua opinio, a atuao se faz necessria e eficaz?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017