JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de julho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Motorista joga carro contra militares, foge de blitz e acaba detido após bater

Fuga de blitz acabou em detenção na noite de domingo (23), nas imediações da Univerdecidade

25/06/2019 - 00:00:00. - Por Tulio Micheli Última atualização: 25/06/2019 - 15:31:59.

Reprodução



Blitz era realizada na saída de evento universitário, quando, após parar em blitz, homem tentou fugir, transportando criança de oito anos no carro

Fuga de blitz acabou em detenção na noite de domingo (23), nas imediações da Univerdecidade. Homem de 32 anos acabou encaminhado à Delegacia de Plantão, com outras pessoas que também estavam no carro, após ser flagrado em operação de trânsito. Ele ainda tentou fugir do cerco, jogando o carro contra os policiais. No carro estava também uma criança, de oito anos de idade.

A ocorrência foi iniciada em blitz na avenida Doutor Randolfo Borges Júnior. A Polícia Militar deu ordem de parada ao motorista, que estava em carro com faróis apagados. Dentro do veículo também havia os outros jovens e o filho do motorista, a criança de oito anos. Ao abordarem o condutor, os militares perceberam que ele estava com os olhos vermelhos, fala desconexa e hálito etílico.

Dentro do veículo os policiais encontraram cervejas e, ao concordar em realizar o teste do bafômetro, o homem deu partida no veículo e jogou o carro para cima dos militares, fugindo da blitz. Deu-se início então uma perseguição, quando, alguns minutos depois, o condutor perdeu o controle direcional do veículo e bateu em uma guia, quebrando roda no carro.

Após o acidente, o homem ainda saiu do carro e tentou fugir a pé, mas foi abordado e detido. Ele alegou à PM que tinha fugido da blitz porque consumiu bebida alcoólica durante toda a tarde e não tem carteira de habilitação (CNH). O motorista seria submetido ao teste de bafômetro, porém ele se recusou.

Os três jovens que ficaram no veículo também foram abordados e, segundo a PM, eles fizeram ameaças a uma policial militar. Por causa disso, eles também receberam voz de prisão. De acordo com a PM, no momento da condução dos presos, foi necessário o uso de força com chutes, socos e gás de pimenta, pois eles estavam alterados e resistentes.

Todos foram encaminhados a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), onde foi constatado que não tiveram ferimentos e estavam somente com sintomas de embriaguez. O carro acabou apreendido e levado a pátio conveniado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG). O menino de oito anos, filho do motorista, não teve ferimentos e ficou sob a responsabilidade de uma tia.  

Na delegacia, ocupantes do veículo agridem outro preso dentro da cela. Depois de passarem por atendimento médico, o homem e os três jovens foram levados à Delegacia de Plantão da Polícia Civil. Segundo a PM, quando foram colocados na cela, todos eles começaram a agredir um homem, de 37 anos, que já estava detido no local e que estava aguardando ser recebido pelo delegado. Os policiais tiveram que usar spray de pimenta, além de socos e chutes para imobilizar o grupo. O homem de 37 anos, que teve alguns ferimentos, foi retirado da cela e levado a UPA. Ele explicou à PM que, possivelmente, foi agredido por causa de situações ocorridas na penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira”, onde esteve preso com os autores.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia