JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 20 de março de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Motorista de ônibus escolar pensa rápido e evita colisão fatal com carreta

Ao desviar da carreta, que estava parada devido a uma pane, o ônibus caiu numa ribanceira

15/03/2019 - 06:56:24. Última atualização: 15/03/2019 - 08:46:41.

Fotos/Jairo Chagas

Acidente que poderia ser fatal foi evitado graças à habilidade de um motorista de ônibus escolar, que levava estudantes de volta a Araxá na noite de ontem (14). A cerca de 60km de Uberaba, na BR-262, próximo ao rio da Velhas, ele avistou uma carreta parada na pista e, para evitar a colisão, que certamente seria fatal para todos os 45 ocupantes do ônibus, o motorista desviou o ônibus para o lado e acabou caindo numa ribanceira.

As informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal dão conta que a carreta vinha em sentido Araxá/Uberaba, quando apresentou problema no motor e o motorista perdeu o controle direcional. “Vinha descendo um ônibus no sentido contrário e, ao verificar a pista interditada pela carreta, ele tentou desviar e acabou saindo da pista, caindo na ribanceira aqui no meio do mato. Nesse ônibus havia cerca de 45 passageiros, mas, fora o motorista, ninguém teve ferimentos graves. Só o motorista ficou preso às ferragens e se encontra em Uberaba para atendimento médico. Motorista da carreta não sofreu nada”, explicou o policial rodoviário federal Jônio, à Rádio JM (confira áudio nesta matéria).

Ao perceber a pane no motor do caminhão, o motorista tentou segurar, mas o freio também falhou e, para que a carreta não voltasse e embalasse, o motorista conseguiu realizar manobra em “L” para que ela parasse. O motorista do ônibus evitou a colisão, mas despencou ribanceira abaixo, parando somente quando bateu em árvores no local.

Bombeiros militares de Araxá e Uberaba prestaram socorro às vítimas. O motorista do ônibus foi levado ao Hospital de Clínicas da UFTM e cerca de 5 estudantes também receberam atendimento hospitalar, sem gravidade. Os demais estudantes foram levados para Araxá por outro ônibus que veio daquela cidade para levá-los embora. Segundo a PRF, o trecho fica impedido até o amanhecer do dia, à espera do guincho.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia