JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Mulher é detida nesta madrugada acusada de tentativa de homicídio

Ela teria tentado matar um homem que teria aplicado um golpe de “gravata” em seu filho, de 8 anos, em discussão na residência dela

05/12/2018 - 09:39:50.

Polícia Militar deteve mulher de 26 anos, acusada de tentativa de homicídio contra um homem que teria agredido seu filho. Ela contou aos militares que estava em sua residência junto com o filho, de 8 anos, e com um homem de 39 anos. O autor, de 26 anos, teria chegado no local em posse de uma faca, esmurrando a porta para entrar. A vítima informou que ele alegava que teria sido preso em data passada porque fora denunciado. Em seguida, ele teria arrombado a porta e entrado na casa.

O homem que a acompanhava, de 39 anos, teria tentado que ele saísse do local, mas o autor desferiu um soco em seu rosto, que o fez perder a consciência. Em seguida, o autor teria dado uma gravata na criança e a mãe, ao ver a situação, partiu para cima do autor, entrou em luta corporal e caíram no chão. Neste momento, ela percebeu que ele estava com um corte nas costas, sangrando.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) compareceu no local, onde prestou os primeiros socorros e encaminhou o autor à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Mirante, com um corte superficial nas costas. O autor, aparentemente drogado, ficou em observação, aguardando atendimento médico. Segundo a PM, a mulher não quis representar contra o autor. A ocorrência foi registrada por volta de 3h40.

Horas depois, a PM foi acionada novamente, desta vez para comparecer na UPA do Mirante, onde a mesma mulher acabara de tentar esfaquear o autor mais uma vez.

Conforme o registro da ocorrência, o autor estava sob cuidados médicos e, no local, a mulher foi ao encontro dos militares, assumindo a autoria e relatando os fatos ocorridos horas antes. Isso ocorreu por volta das 6h30.

A vítima, agora descrita como autora, informou que assim que foi liberada, deslocou até sua residência, trocou de roupa e pegou uma faca de serra (que foi apreendida), deslocando-se até à UPA. No local, se passando por paciente, entrou para ser atendida e se aproveitou de um descuido das enfermeiras, indo em direção ao autor, de 26 anos, descrito nesta ocorrência como vítima.

Neste momento, ela teria desferido uma facada, atingindo superficialmente o hemotórax do homem, no lado esquerdo, causando um pequeno arranhão. De imediato, a mulher foi contida pelas enfermeiras de plantão e se debateu com os funcionários. Em seguida, ela pegou um cabo USB de celular e tentou enforcar o homem, mas foi contida novamente.

A mulher ficou na entrada da unidade de atendimento, aguardando a chegada da polícia. Quando questionada sobre os fatos, a mulher declarou à PM que seu intuito era realmente concluir o homicídio, alegando não aceitar o que o homem teria feito com seu filho em sua frente.

Segundo a autora, se ela não conseguir concluir o homicídio, alguém “aqui fora” poderá fazer isso, pois garante que, de qualquer forma ou qualquer dia, por meio de terceiros, ela irá matá-lo.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito e ela foi conduzida à autoridade policial, na Delegacia de Plantão, após receber atendimento na UPA do Mirante.

O homem continuava sob cuidados médicos e sedado até o fechamento desta matéria.  

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia