JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 13 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Caseiro é baleado durante assalto a clube em Uberaba

Três bandidos armados invadiram um tradicional clube de Uberaba, localizado na BR-050, na madrugada de sábado (10) e renderam o vigia e o caseiro, de 61 e 44 anos respectivamente

Última atualização: 13/03/2018 - 12:01:45.

 Três bandidos armados invadiram um tradicional clube de Uberaba, localizado na BR-050, na madrugada de sábado (10) e renderam o vigia e o caseiro, de 61 e 44 anos respectivamente. Durante a ação criminosa, o caseiro foi alvejado por dois disparos de arma de fogo, que atingiram seu pé esquerdo e também seu braço direito. A vítima foi socorrida pelo Samu e conduzida para o Hospital de Clínicas da UFTM. Ninguém foi preso.

Segundo o registro de ocorrência, três homens, cada um com um revólver calibre 22, entraram no clube e renderam o vigia do local. Os assaltantes se deslocaram com ele até a residência do caseiro e o obrigaram a chamá-lo. Segundo o vigia, o caseiro teria reagido ao assalto e foi alvejado com disparos de arma de fogo. No entanto, o caseiro alegou aos militares no hospital que os bandidos já chegaram disparando tiros, sendo ele alvejado no pé e no braço.

A todo o momento, os assaltantes indagavam as vítimas sobre um cofre. Negada a existência do mesmo, os criminosos roubaram R$50, um aparelho celular e um veículo VW Gol, pertencente ao vigia. Também foram roubados do clube bebidas e outros objetos. Após o roubo, o trio fugiu no veículo da vítima. Guarnição de resgate do Samu compareceu ao local e prestou os primeiros socorros ao caseiro, que foi encaminhado a hospital e após exames médicos foi liberado.

Após rastreamentos, a Polícia Militar conseguiu localizar o veículo roubado abandonado em uma avenida do Jardim Alvorada. O carro estava com umas das rodas danificadas e apresentava danos generalizados, sendo removido pelo guincho ao pátio conveniado, onde foi recuperado pela vítima. Até o fechamento desta edição os autores ainda não haviam sido identificados e nem presos.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia