JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Uberaba Sport solicita e STJD adia julgamento desta quinta

Colorado alega custos adicionais com sessão marcada para São Paulo

12/06/2019 - 00:00:00. - Por Tiago Mendonça Última atualização: 12/06/2019 - 14:20:28.

Foto/ Arquivo


Advogado Luiz Fernando de Freitas, consultor jurídico do USC, explicou situação

O julgamento do processo envolvendo Uberaba Sport Club e o Esporte Clube Democrata (de Governador Valadares) foi adiado, segundo o consultor jurídico do USC, Luiz Fernando de Freitas. O Colorado pediu para suspender a sessão, que estava marcada para as 14h30 de quinta-feira (13), pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em São Paulo.

“Foi adiado. Primeiro motivo é o custo. Os gastos ficariam mais altos para o Uberaba Sport. Teria que pagar hospedagem em hotel para o advogado e outras despesas. Segundo motivo: o campeonato é só em 2020, não tem tanta urgência assim. Então o Uberaba fez o requerimento, que foi aceito pelo Tribunal”, disse Luiz Fernando, ao Jornal da Manhã.

A ideia do Colorado é que o julgamento seja na sede do STJD, no Rio de Janeiro. No local, o Uberaba teria menos custos, uma vez que um dos advogados contratados pelo USC, Carlos Francisco Pereira, presta serviços ao Fluminense no Rio.

“Seria melhor para o Uberaba Sport, até porque nosso advogado é do Rio de Janeiro e ele tem mais conhecimento da situação lá. São Paulo seria estranho pra gente. Por isso nós optamos e desejamos que o julgamento seja no Rio, o que, a princípio, seria melhor para o Uberaba Sport”, disse Luiz Fernando.

A data do novo julgamento ainda não foi definida. Agora, os envolvidos aguardam novo edital do STJD. “É uma situação em que nem eu e nem os demais advogados podem garantir qualquer resultado. Mas as chances do Uberaba Sport são boas”, finalizou Luiz Fernando. 

Para se livrar do rebaixamento, o USC tenta manter a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), que puniu o Democrata com a perda de três pontos no Módulo II deste ano por escalação irregular de atleta, o que acabou derrubando a Pantera de divisão no Estadual, no lugar do Alvirrubro.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia