JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de abril de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

De aliada a inimiga, torcida organizada do Palmeiras volta a pressionar Felipão

A insatisfação da torcida foi transformada em vaias e coro de 'time pipoqueiro' quando a equipe entrou em campo para encarar o Junior Barranquilla

14/04/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress Última atualização: 14/04/2019 - 11:01:52.

A eliminação do Palmeiras no Campeonato Paulista diante do São Paulo, em pleno Allianz Parque, marcou o fim da lua de mel entre o técnico Felipão e a principal torcida organizada do clube, a Mancha Alviverde.

A insatisfação da torcida foi transformada em vaias e coro de "time pipoqueiro" quando a equipe entrou em campo para encarar o Junior Barranquilla, pela Libertadores, na última quarta-feira (10).

Antes da partida, o ônibus do clube foi apedrejado por torcedores palmeirenses. A Mancha Alviverde negou ter participado da emboscada, mas aproveitou a oportunidade para atacar o treinador.

"Nítido que não tivemos padrão técnico nos jogos do Paulista e Libertadores. Essa 'pedrada' é do Felipão, que voltou a ser rabugento, teimoso e prepotente. Nas suas coletivas não assume que o time foi mal e ainda elogia em derrotas vergonhosas, em clássicos dentro de casa", diz nota publicada pela torcida.

 

Com a vitória por 3 a 0 sobre os colombianos, Scolari completou a 50ª partida nessa passagem pelo clube. Foram 31 vitórias, 14 empates e 5 derrotas. O aproveitamento de 71,3% dos pontos disputados não foi suficiente para dar tranquilidade ao treinador, que vê seu trabalho ser questionado. Não que isso seja uma novidade para Felipão, que já viveu casos de amor e ódio com torcedores palmeirenses em outras épocas.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia