Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ESPORTE
Tamanho do texto: A A A A
17/01/2018

Fluminense entra com recurso na Justia para derrubar liminar

Compartilhar:

Após o anúncio de Gustavo Scarpa pelo Palmeiras, com contrato de cinco anos, o Fluminense entrou com um recurso na Justiça para derrubar a liminar que o livrou do vínculo com o clube carioca. O Tricolor, como havia prometido após o mandado de segurança do jogador, está indo "até as últimas consequências para fazer valer seus direitos", ou seja, não perder o seu camisa 10 de graça.

Agora, com a ação do Fluminense, um grupo de desembargadores julgará e analisará a decisão do desembargador que concedeu o mandado de segurança a Gustavo Scarpa na última semana. Se a liminar for derrubada, o contrato do meia volta a ser válido com o Flu, assim como seus direitos ligados ao Tricolor.

O caso "Scarpa x Flu" começou em 22 de dezembro de 2017, quando o jogador acionou o clube na Justiça, por conta de vencimentos atrasados, como salários, direito de imagem, férias e 13º dos últimos dois anos, reclamando a rescisão contratual indireta e imediata, além de valores que ultrapassam R$ 9 milhões.

Em janeiro, o meia não se reapresentou ao clube no dia 3 de janeiro, tampouco justificou sua ausência. Dias depois, veio a público o processo na Justiça, e o Flu correu para pagar parte da dívida. A rescisão indireta foi inicialmente negada pela juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. A decisão, segundo a magistrada, seria temerária, pois teria efeitos "irreversíveis, com prejuízos para as partes e também no que diz respeito a terceiros".






San Marco - 16maio
Editais - 2805 (3)
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018