Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ESPORTE
Tamanho do texto: A A A A
13/09/2017

Conselho Fiscal do Palmeiras cobra valores de comisses

Compartilhar:

Intermediação paga na contratação de Deyverson é um dos interesses do COF

O Conselho de Orientação Fiscal (COF) do Palmeiras está no pé do presidente Maurício Galiotte para ter acesso a um relatório sobre os gastos com comissões pagas nas contratações de jogadores neste ano. Além dos valores, diretores querem saber quais foram os empresários beneficiados com as intermediações.

O pedido havia sido feito pela primeira vez na reunião de julho. Em agosto, Galiotte foi cobrado para apresentar o balanço, mas não o fez. “Vamos aguardar por essa relação até a reunião do mês de setembro”, avisa um membro do conselho, criado para participar das decisões ligadas às finanças do Verdão.

Duas contratações, em especial, despertam a curiosidade do COF: a de Felipe Melo, fechada em janeiro, e a de Deyverson, concluída em julho. Os cofistas trabalham com um valor de R$2,5 milhões de comissão apenas na chegada de Felipe Melo, que havia rescindido seu contrato com a Inter de Milão, alguns dias antes do acerto com o Verdão.

O fato de não ter pagado qualquer centavo ao clube italiano pode ajudar o Palmeiras a justificar a comissão, além de luvas no valor de R$8,4 milhões a serem pagas em 12 parcelas trimestrais de R$700 mil, cada.

Já a comissão de Deyverson é um mistério. A única informação em posse do COF é a do valor final da compra do atacante junto ao Levante, da Espanha: cinco milhões de euros, que hoje equivalem a R$18,5 milhões. O atacante tem 26 anos e havia disputado a última temporada pelo Alavés, também da Espanha.

Não é a primeira temporada que o COF exige explicações sobre as comissões. No ano passado, o órgão implicou com a série de jogadores empresariados por Eduardo Uram e Fábio Mello, que acabaram parando no Palestra Itália.






EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Publicado decreto de n 1.083/2017, que tem durao de 30 dias, que vai multar quem desperdiar gua em Uberaba. Voc concorda com a medida?




JM FORUM
Operao do Comando de Operaes Especiais do Sistema Prisional (Cope) na penitenciria Professor Aluzio Igncio de Oliveira visa coibir atuao do PCC na unidade. Na sua opinio, a atuao se faz necessria e eficaz?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017