Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Paulo Cauhy - 05/03/2012

Amorável Uberaba – 192 anos

Compartilhar:

Estamos a comemorar mais um aniversário da amorável Uberaba, neste século XXI, mas não devemos nos esquecer de seus personagens anônimos e populares, iniciando pelas lembranças do século XX.
Temos figuras diversas, entre as quais podemos citar Jânio Quadros (Nestor), que fazia seus discursos em frente ao passo da Câmara Municipal, ora em frente ao banco Brasil, contra os diversos motivos e planos econômicos que deturparam o sistema brasileiro. Pela sua polidez, passou a requerer suas peças no cenário da Justiça Federal.
Temos a citar outros personagens ilustres, tais como: Maria Boneca, Maria Carrapato, Maria ‘pinguinha’ e outras tantas mulheres anônimas que ofuscaram o cenário desta amorável cidade.
Dentre as Maria’s, estas quando de seus passamentos foram lembradas com crônicas inflamadas pelo saudoso Ataliba Guaritá Neto.
Não ofuscando as personagens femininas, podemos nos lembrar de outras personagens, entre as quais temos: o coronel no passo da praça rui Barbosa nas proximidades da saudosa agência da Vasp (dirigida pelo saudoso Sr. Batista); o anjinho em seu carrinho, no primeiro quarteirão da rua Artur machado, hoje o calçadão; o mudinho com suas insinuações às mulheres; o João  bobo; o taxista Bahia; o tradicional Otinho do salão continental, pois bem, não temos como precisar os inúmeros personagens da amorável Uberaba.
Mas neste aniversário, a cidade está triste, pois um de seus personagens ilustres (anônimos) partiu, só, triste, sem o acalanto de um parente próximo. É cidadão, partiu a figura ilustre da rua Artur Machado, neste século. O Mr. Julião, com suas abordagens e causos no trecho das calçadas da rua Artur Machado, cidadão frabriciano, das imediações da rua padre Zeferino, partiu este ilustre uberabense sem despedidas, pois estava só.
Com pesar, está lá ele em uma gaveta no IML, aguardando pelo reconhecimento de seus “parentes”, pois os seus amigos da calçada não podem reconhecê-lo para dar-lhe uma digna despedida.
Pois, então, a amorável Uberaba em sua festa de aniversário pós centenário está triste, visto que suas peças ilustres estão aos poucos partindo deste cenário anônimo, sem deixar sucessores e nem quem hoje possa fazer suas crônicas, pois o locutor da PR-5, também já partiu e está a fazer suas crônicas a estes personagens lá no céu, ao lado de tantos outros ilustres uberabenses anônimos que também lá já estão.
Lamentamos não poder dar ao Julião o sepulcro merecido, mas fica aqui uma homenagem, não só ao Julião, mas a todos os personagens anônimos que abrilhantaram e ou abrilhantam esta amorável cidade Uberaba das gerais.

Paulo Cauhy
Advogado




Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
r�dio

Banner blog mais bella
ENQUETE
Você acha que com 16 mil atendimentos em seis meses nas UPAs de Uberaba o Mais Médicos tem ajudado a diminuir o problema da Saúde em Uberaba?




JM FORUM
O que você achou da notificação da Prefeitura para o proprietário de um imóvel consertar o passeio que funcionários da empresa que instalou o “Olho Vivo” quebrou durante a instalação do sistema?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA