JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ambiente ou Ambiência

Junho, friozinho de leve, clima que particularmente gosto muito. Inicio agradecendo as gentis palavras

05/06/2019 - 00:00:00. - Por Karim Abud Mauad

Junho, friozinho de leve, clima que particularmente gosto muito. Inicio agradecendo as gentis palavras do meu professor João Eurípedes Sabino, sobre o evento do CRA-MG, durante o Circuito Mineiro de Administração, que aconteceu na penúltima semana de maio corrente. O artigo e a palestra foram magistrais. Aproveito para me valer de um outro trecho da apresentação, em que o regente e administrador Raul Marinuzzi recorda e explica a diferença entre ambiente e ambiência. O primeiro diz respeito às coisas que nos envolvem e rodeiam, o meio em que vivemos; o segundo, de forma singela, diz respeito à qualidade do que é o ambiente, do que o rodeia, do que cerca os seres vivos; na arquitetura poderia ser traduzido pelo espaço organizado e animado que constitui um meio físico e, ao mesmo tempo, meio estético ou psicológico, especialmente preparado para o exercício de atividades humanas. Esta definição facilmente encontrada nos dicionários, nas diversas informações das redes sociais, mas infelizmente tão esquecida nestes tempos, talvez, apenas talvez, explique muito destes momentos conturbados que temos vividos em nossas casas, locais de trabalhos, clubes sociais e de serviços, enfim, em todas as nossas relações pessoais do dia a dia. Você, que está lendo este artigo, consegue perceber isto? A cultura de valorizar sempre mais o bem material do que o ser humano, de prestigiar sempre o ter e não o ser, de zelar de forma justa o pet doméstico, mas agir de maneira injusta, com o humano ao seu lado. Está certo? Vivemos todos os dias atormentados por uma palavra muito em uso, denominada depressão, que tem acometido tantas pessoas, gerando perda de interesse em atividades do cotidiano, invariavelmente levando tristeza e dores a tantos. Os jornais não publicam, mas infelizmente as redes sociais, estão aí, nos inundando a todo momento com fotos, vídeos e narrativas cruéis das consequências e atitudes destes eventos. A pergunta que fica é única. Qual a causa ou quais as causas destes problemas da era moderna? 

Eu encontrei parte da resposta na palestra ao ser confrontado com a singela diferença entre ambiente e ambiência. Sou oriundo profissionalmente da área de exatas, do concreto e do resultado numérico, tanto que escrevo neste espaço sobre economia e suas relações reais de causa e efeito, com as ações e reações da política, notadamente neste campo. Ainda assim, um simples gesto entre os três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, fez o mercado de capitais, após dez anos de perdas no mês de maio (vermelho), terminar este com ganhos (azul). Aliás, o que mais temos visto são campanhas de prevenção utilizando cores, não só na saúde. O alerta está dado.

E você qual gesto está fazendo? Como está agindo em suas relações pessoais? O carro novo gera status ou stress? E o cuidado deve ser com quem está nos visitando ou morando em “nosso ambiente”, não com o móvel que utilizamos, este é o meio, o outro é a razão, a finalidade, a ambiência. Que tenhamos sabedoria para separar e entender estas pequenas sutilezas. 

(*) karim.mauad@gmail.com

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia