JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 18 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Capitão Presidente, cuidado com a língua!

Caro amigo leitor, feliz 2019, que tenhamos um ano precioso, com muita paz, saúde, alegria e prosperidade

10/01/2019 - 00:00:00. - Por Leuces Teixeira

Caro amigo leitor, feliz 2019, que tenhamos um ano precioso, com muita paz, saúde, alegria e prosperidade. Temos que lutar, não tem nada fácil, podem ter certeza. Acabou a eleição, é hora de governar e pensar no Brasil e no futuro, chega de oba oba. 

Primeiramente, quero esclarecer que votei e fiz campanha para o capitão Bolsonaro, planfetei carro, vesti camiseta, gravei vídeos, fui muito além de um cabo eleitoral, quiçá um tenente eleitoral! Votei no primeiro e segundo turno, contrariando minha vontade de votar em Geraldo Alckmin.

A campanha presidencial foi muito polarizada, digo mais, muito radicalizada; as ideias sobre o Brasil, no campo político, não foram debatidas; os grandes problemas, os gargalos, enfim, todas problemáticas que dificultam o crescimento econômico, não foram discutidas com o rigor necessário de olhar para o futuro.

Daí, vem o nosso Presidente, com um discurso de querer unificar a nação, mas suas atitudes não condizem com aquilo que está apregoando. Na semana passada pisou no tomate em três declarações sucessivas. Aliás, tem que lembrar o nosso comandante que a República Federativa do Brasil, é um país laico, ou seja, não temos uma religião oficial. Não quero discutir religião, não é isso. Ficar a todo momento falando de DEUS, como se Ele vai baixar aqui na terra de Cabral e resolver todos os nossos problemas. Confesso, gosto de falar de DEUS, nasci num lar evangélico, sou Cristão; meus pais, meus avós, irmãos, primos, etc, crescemos dentro da Congregação Cristã no Brasil – CCB- tenho a maior honra disso.

Rapidamente, alguém perto do nosso Presidente, não pode deixá-lo ficar sozinho, ainda mais quando for dar entrevista. Hoje, não mais Deputado Federal; hoje é Presidente da República, tem que ter ciência, consciência, equilíbrio, inclusive, na entonação da voz, saber o que está falando e o que vai falar. Já não está em cima de caminhão, praça pública, clubes, jantares, fazendo campanha!

Urgentemente sua assessoria tem que funcionar, do contrário nem vai precisar de oposição. Faz oposição a si mesmo; o homem é uma bomba relógio dando entrevista de supetão, não estabelecendo uma pauta.

No mesmo sentir seus assessores, diga-se o chanceler Ernesto Araújo, idem o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues; o pessoal está dando tiro no pé. Digo mais, esqueça os Petralha$$, esse pessoal já era. Com revanchismo e cutucando as feridas do passado, com toda certeza não vai pacificar a nação. Olhe para o futuro e governe, para todos os brasileiros, faça as reformas, sempre de olho na Constituição Federal, lembrando que não possível governar com sucessivas edições de decreto lei e medidas provisórias. Estamos sob a égide de um Estado Democrático e de Direito, temos ordenamento jurídico que Vossa Excelência jurou e prometeu cumprir. 

Em tempo: cadê o Fabrício Queiroz, assessor de seu filho Flávio!! Está devendo explicação!! Pau que bate em Chico, bate em Francisco!!

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia