JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 16 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Pare de acreditar em tudo o que você vê

Você já percebeu como as redes sociais afetam nossas vidas?

13/09/2018 - 22:56:16. - Por Eliana Barbosa Última atualização: 13/09/2018 - 22:56:27.

Você já percebeu como as redes sociais afetam nossas vidas?

Todo ser humano é, em maior ou menor grau, carente de reconhecimento e afeto. E as redes sociais, com seus likes e comentários, vêm, cada vez mais, alimentando nas pessoas essa necessidade de atenção e apreciação. E, nessa busca de serem amadas e aceitas pelos outros, elas estão deixando de ser quem realmente são, criando para elas mesmas uma falsa vida, uma felicidade irreal, vivendo uma fantasia, por meio de fotos e vídeos de momentos que sempre mostram alegria, fartura e beleza.

Só que a vida real não é assim!!! Todo mundo tem momentos de dúvida, de medo, de tristeza e de decepção.

É claro que você não deve expor suas dores, mas, a meu ver, há quatro grandes perigos quando você só expõe o lado mágico da vida:

• Este comportamento alimenta o seu narcisismo, e você corre o risco de valorizar mais o “parecer” do que o “ser”.

• É viciante - os neurocientistas explicam que quando recebemos uma curtida, nosso cérebro gera uma descarga de dopamina, que é o mesmo neurotransmissor produzido quando fazemos sexo, ganhamos dinheiro ou comemos chocolate. E este vício pode levá-lo ao transtorno de ansiedade e até ao estresse, bem como a episódios de tristeza e decepção, quando você não recebe o reconhecimento esperado. Como consequência, além dos transtornos decorrentes de qualquer vício, há também o afastamento da realidade e daqueles que realmente importam em sua vida, levando-o, sem que perceba, a uma alienação.

• Você começa a viver ansioso na expectativa de um feedback positivo, de um elogio, de uma curtida, e, para conseguir ser admirado, acaba maquiando sua realidade.

• E o quarto perigo é o tipo de pensamentos e sentimentos que você desperta nas pessoas inseguras e com baixa autoestima, que se sentem inferiores diante de tanto sucesso e felicidade!

Então, agora, quero falar com quem passa horas do dia apreciando as viagens de seus contatos, os amores, as comidas, os passeios...: pare de acreditar em tudo o que você vê! Muita coisa publicada nas redes sociais é falsidade e falsa felicidade!

Desenvolva em si mesmo um senso crítico para entender que não há quem não tenha problemas na vida – familiares complicados, colegas de trabalho difíceis, dias ruins, mau humor, tristeza e vontade de chorar. Mas, ninguém quer, nem deve divulgar suas próprias mazelas. Então, o que você vê nas redes sociais são tentativas das pessoas de se sentir melhores, mais felizes e por cima.

Pessoalmente, lamento muito quando, nas redes sociais, ganho mais curtidas quando posto uma selfie do que quando publico um artigo sério como este... É triste, mas isso mostra que, hoje, as pessoas estão vivendo na superficialidade, valorizando mais a aparência do que a essência.

Portanto, fique atento: cuide de sua autoestima e de seu equilíbrio emocional, e nunca mais se permita ser influenciado por essa tal felicidade “fabricada” para ganhar likes! 

(*) Life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento, apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos
www.elianabarbosa.com.br
eliana@elianabarbosa.com.br

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia