Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 17/03/2018

Tempo de transformao

Compartilhar:

O objetivo principal da Quaresma é sensibilizar as pessoas para o sentido de uma vida transformada, fazendo o processo da semente jogada na terra, que morre para gerar nova vida. Esse foi o caminho de Jesus Cristo; morrendo na cruz, abriu a estrada para possibilitar ao ser humano a experiência da ressurreição. É o caminho da Páscoa, culminando com a restauração da Aliança com Deus.

A transformação pessoal que começa no interior do coração deve ser abertura para o novo da vida humana, capaz de motivar o surgimento de uma sociedade diferente, de um Brasil renovado e ser construída uma cultura de paz. Para que isso aconteça, é muito significativa uma sintonia afetiva com a Palavra de Deus, porque ela conduz as pessoas para melhor tolerância nos momentos difíceis.

No remoto passado, falava-se de uma distorção em relação ao culto, que passou a ser prestado aos deuses falsos. No dizer dos profetas, essa prática deveria ser mudada e transformada numa realidade mais autêntica no encontro com o Deus-Javé. Assim deve ser o momento quaresmal, de purificação e amadurecimento nos exercícios cotidianos da fé e da fraternidade cristã na comunidade.

A sociedade brasileira também necessita de mudanças. Não é saudável ter que suportar o peso da insegurança e da violência. Isso reflete uma realidade carcomida pela falta de transparência na administração das coisas públicas. Pior ainda quando assistimos à privatização da natureza, empresas comprando as nascentes de água, riquezas nacionais sendo vendidas, etc.

O ideal mesmo é chegar ao encontro pessoal com Jesus Cristo, principalmente no tempo da Páscoa da Ressurreição. É um processo permanente de vida, de prática cristã, de autenticidade nas lidas diárias, na convivência fraterna e nos comportamentos em relação à natureza criada. Ao abraçar a humanidade, Cristo assume totalmente sua permanente construção e acabamento.

Tudo depende de uma transformação interior assumida de forma livre, verdadeira e comprometida com o bem da humanidade. Ser diferente não significa distanciar-se das fontes seguras da história e dos critérios polidos com o passar dos anos, especialmente os ensinamentos do Evangelho. Mas vivenciar com responsabilidade as exigências da cultura cibernética de acordo com a vida cristã. 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018