JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Esses políticos...

Deve-se reconhecer e aplaudir o notável esmero de políticos e empresários diversos...

- Por Gustavo Hoffay Última atualização: 07/12/2017 - 19:57:56.

Deve-se reconhecer e aplaudir o notável esmero de políticos e empresários diversos para escaparem das garras da Justiça. Repentina falta de memória e desconhecimento de fatos repugnantes nos quais, comprovadamente, deixaram-se envolver até o pescoço são, sabemos todos, algumas das suas formas preferidas para deixarem de se expressar diante de microfones e câmaras de TV. E o repórter que bater de frente contra alguma daquelas “otoridades” pode-se ver implicado em algum processo por ofensa e difamação e, se bobear, tornar-se vítima de ação de desterro ou mesmo de degola em praça pública e enquanto ao som de uma banda marcial; vítima, enfim, de alguém que age unicamente por instinto cego e egoísta e que, de modo especial, reduz os eleitores a meros instrumentos de voto ou a objetos que deixam-se vender a preço conveniente. Além de novas e audaciosas técnicas utilizadas a cada novo período eleitoral, subterfúgios estapafúrdios são criados por candidatos inescrupulosos para captação de votos e ensaiados à exaustão até a sua aplicação. Ora! Os modos desvairados de assenhorar para si a conquista do maior número possível de novos eleitores parecem concebidos por mentes que duvidam da nossa capacidade em escolher o candidato que acreditamos ser o menos ruim; na prática uma violação de consciências humildes e o que, a bem da verdade, configura um ato explícito de corrução passiva. Diante de atos dessa natureza e que visam impedir a prática da democracia em sua essência, quem de nós, eleitores, não se sente desrespeitado e experimenta em si uma total falência de muito daquilo que foi criado para fortalecer a nossa tão sonhada e hoje vilipendiada democracia? Diante de tantas e rebatidas investidas contra o nosso atual sistema de governo; diante de uma conspiração que chegou ao ponto de cogitar a indicação de José Dirceu a sair candidato a presidente da República, quem de nós não se sente feliz diante da notícia de que uma “otoridade” investigada pela Justiça está prestes a passar o resto dos seus dias na cadeia? A conduta daqueles que “desgovernaram” o Brasil desde a ascensão de Lula até a queda de Dilma e do PT, apresentou-nos características diversas e ao ponto de a democracia ter sido manipulada, variando de pessoa a pessoa e segundo as circunstâncias de cada dia no poder. Um poder que um dia fez embotar a consciência de milhões de cidadãos humildes, diminuindo-lhes ou extinguindo-lhes o apetite por algo maior e melhor, agora busca vigorosamente renascer através de conluios neste país quase totalmente desmiolado e, basicamente, em função de milhões de eleitores desprovidos de ao menos alguns básicos conhecimentos políticos.

(*) Agente social

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia