JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

O Último Grito

O rosto da menina bonita teve seu semblante transfigurado quando ela pronunciou

- Por Maria Aparecida Alves de Brito Última atualização: 31/10/2014 - 20:32:29.

O rosto da menina bonita teve seu semblante transfigurado quando ela pronunciou, com tamanho desprezo e intolerância, a palavra macaco, referindo-se a um ser humano, por ele ter o tom da pele diferente da sua, como sendo por isso um ser inferior. O coração dessa jovem deveria estar transbordando de ressentimento, e toda a raiva que ela sentia saltou de seus lábios naquela noite infeliz. O rancor traz inquietação às criaturas, deturpa seus pensamentos a ponto de reagirem com duras palavras e até mesmo ofensas a quaisquer alegações ou atos de alguém que as contrarie. Arrogante, petulante, como só os são aqueles que se julgam superiores, acima do bem e do mal, esquecendo-se que estamos na terra buscando o nosso crescimento interior. Um crescimento que passa pela compaixão para com os nossos irmãos menos afortunados, aceitando-os como realmente são. Mas amar requer domínio de nossas fraquezas, autocontrole, humildade e respeito ao nosso próximo. Jesus esteve na terra justamente em função de levar a palavra, o diálogo, o faças o bem sem olhar a quem a todos os seus seguidores. Não conseguiu, evidentemente. Estamos vivendo “num dilúvio universal”. Mas a semente foi lançada em forma de caridade, dos bons exemplos, da paz e entendimento entre os homens de boa vontade. O ódio acumulado no coração faz mal a quem o sente, causando-lhe doenças incuráveis, endurece suas atitudes, seu jeito de encarar os problemas e de conduzir a vida. A menina bonita se escondeu, demonstrando sua fragilidade no enfrentamento das consequências que teve suas palavras que ecoaram no mundo todo. A palavra lançada ao vento não tem volta. Seu sorriso murchou. Creio que jamais terá o mesmo brilho, deu lugar à feiura que habita o íntimo do seu ser. As lágrimas, derramadas quando a jovem reapareceu, sustentada por advogados e familiares, não convenceu, pelo contrário, acentuou o que ainda estava imperceptível. Sei que não se muda da noite para o dia o que se cultivou por longo tempo. Mas, se esforce para fazer valer a pena viver. Construa um caminho de esperança e alegria por onde passar, e não uma vida de amarguras e contendas. O nosso tempo aqui na terra é breve passagem. E quando você tiver que travar sua última batalha, verás que Jesus terá a cor que você merecer que ele tenha.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia