Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Gergia Santos - 16/05/2013

Oito casamentos entre pessoas do mesmo sexo realizados na cidade

Compartilhar:

Conselho Nacional de Justiça (CNJ) emitiu resolução que obriga cartórios a celebrar o casamento civil e a converter a união estável homoafetiva em casamento. No Cartório de Registro Civil de Uberaba, a determinação já não é mais novidade, pois, desde quando foi aprovada pelo Supremo Tribunal Federal a liberação da união estável homoafetiva, já eram realizados casamentos de pessoas do mesmo sexo. Até o momento oito matrimônios já foram realizados na cidade.

A resolução foi aprovada pelo CNJ na terça-feira passada, sendo que os cartórios não poderão rejeitar o pedido de casamento civil de homossexuais, como acontece atualmente em alguns casos. E ainda visa a dar efetividade à decisão tomada em maio de 2011 pelo Supremo, que liberou a união estável homoafetiva. Segundo a escrevente do Cartório de Registro Civil de Uberaba, Maria de Fátima Silva, depois da aprovação no STF, alguns cartórios recusaram a concretização do casamento civil, o que não aconteceu por aqui, a norma foi seguida assim que aprovada.

“A Promotoria nos encaminhou a determinação logo após a aprovação no STF e desde então estamos realizando casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Oito matrimônios já foram realizados na cidade, e é um procedimento simples, basta nos procurar, o tratamento é o mesmo com qualquer pessoa, independente da orientação sexual, não há por que ter preconceitos”, explica Maria de Fátima.

Portanto, para os interessados em se casar, sendo homossexual ou heterossexual, a documentação é a mesma. Para quem é solteiro, é preciso procurar o cartório com antecedência, em um prazo de dois meses ou no máximo de 45 dias antes do casamento, e apresentar as certidões de nascimento, documento de identidade e CPF (todos xerocopiados na mesma folha). Deve levar também endereço e data de nascimento dos pais, se forem vivos, ou data de falecimento e o local em que morreram. É preciso ficar atento quanto à documentação de quem é divorciado. Para mais informações, basta procurar o Cartório de Registro Civil, localizado na rua Vigário Silva, 166, das 8h às 17h.

Com relação ao número de casais que procuraram o cartório em busca de um casamento homoafetivo, de acordo com Maria de Fátima, não é grande. Ela percebe que alguns têm receio de procurar, mas afirma que não há nenhum tipo de preconceito, todos são atendidos como qualquer outro.



OUTRAS NOTCIAS


STF j tem 10 processos a analisar questionando a reforma trabalhista (17/12)
Armas e munies apreendidas ficaro sob a guarda policial e no da Justia (17/12)
Aparecimento de escorpies aumenta com o clima quente (17/12)
Diferena de preos entre os postos da cidade chega a 26,54% para o etanol (17/12)
Rua onde ficava o Boulanger Pucci ser aberta ao trfego esta semana (17/12)
Educao faz planto a partir de 2 para atender alunos de novos bairros (16/12)
Movimento no terminal rodovirio deve crescer at 30% no Natal (16/12)
Aps entrega de documentos, MP quer explicaes sobre rea do cemitrio (16/12)
Procurador move ao contra lei que permite ocupao de APA (16/12)
Loteamentos na zona rural de Uberaba so comercializados irregularmente (16/12)
1 Mutiro de Conciliao de 2018 est previsto para janeiro (16/12)
Atualizao do Cadastro nico para idosos prorrogado (16/12)
Vigilncia Sanitria inicia fiscalizao sobre venda de culos de sol e grau (15/12)
A 15 dias do fim do prazo, 600 idosos ainda no atualizaram informaes no Cadastro nico (15/12)
Terminam hoje inscries do vestibular de Pedagogia e Matemtica da Faceub (15/12)
Bares e restaurantes esperam vender 15% a mais com festas (15/12)
Policiais militares mineiros vo receber 13 salrio em duas vezes (15/12)
Procon e Posturas interditam seis agncias do Ita (15/12)
Eleies Confea/Crea tem quatro urnas em Uberaba (15/12)
Inaugurada iluminao de Natal no Parque Fernando Costa (15/12)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Os vereadores aprovaram em segundo turno, por 13 votos a um, o aumento do nmero de cadeiras para a prxima legislao, em 2021. Voc concorda com a proposta?




JM FORUM
Empresas do transporte coletivo solicitam aumento de cerca de 10% no valor da passagem, que pode chegar a R$ 4,17 em 2018. Na sua opinio, o que poderia justificar este aumento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017