JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Falta de energia no setor industrial do Maracanã causa prejuízos

Empresários do setor industrial do Maracanã sofrem com constantes quedas de energia; problema vem acontecendo desde o dia 10

- Por Geórgia Santos Última atualização: 21/10/2017 - 22:19:49.

Empresários do setor industrial do bairro Jardim Maracanã sofrem com constantes quedas de energia. O problema vem acontecendo desde o dia 10 de outubro. A última interrupção foi na quinta-feira (19), por volta de 14h, e ontem pela manhã a energia não havia sido restabelecida. A situação vem gerando prejuízos a cerca de seis empresas do local.

Carlos Sérgio Rodrigues é proprietário de uma das empresas e, de acordo com ele, as interrupções sempre perduram por mais de uma hora e isso gera interrupção nos serviços. “Estou perdendo dinheiro, se não tiver como ligar as máquinas, não dá para trabalhar. Na semana passada tivemos que trabalhar no feriado, pois foram dois dias de corte de energia, o que gerou muito transtorno. E são empresas que estão passando por essa situação”, afirma.

O empresário conta que a informação repassada pela Cemig foi que um transformador se queimou, o que gerou a queda, mas chama a atenção por ter acontecido outras vezes. “Nessa última vez, na primeira ligação disseram que em 24 horas resolveriam, e em outra alegaram que não tinha problema na rede, mesmo alegando que estávamos no escuro”, explica Carlos. Indignado com a situação, o empresário relatou ao Jornal da Manhã que iria fazer ocorrência policial e também processar a Cemig pela situação.

De acordo com a nota enviada pela Cemig, a interrupção ocorrida na quinta-feira (19) foi causada pelo rompimento de um cabo da rede elétrica de baixa-tensão. A ocorrência teve início às 14h34 e o atendimento foi normalizado às 16h, restando seis consumidores, que foram atendidos na manhã de ontem, após a troca de cabos e equipamentos danificados.

Ainda de acordo com a Cemig, as últimas ocorrências no endereço citado foram registradas nos dias 10 e 11 de outubro e não têm relação entre si, portanto, não caracterizam reincidência. A Cemig prossegue acompanhando a rede elétrica do local para identificar possíveis oportunidades de melhoria.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia