JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Na 1ª semana, Saúde vacinou cerca de 11,5 mil pessoas contra a gripe

Segundo lote, com mais nove mil doses de vacinas, já foi liberado pelo Estado e será repassado às unidades na segunda-feira (24)

- Por Geórgia Santos Última atualização: 21/04/2017 - 13:34:26.

Foto/Enerson Cleiton

 

Secretaria Municipal de Saúde divulga balanço parcial da Campanha de Vacinação Contra a Gripe. Conforme os dados repassados, até ontem cerca de 11.500 mil pessoas já haviam sido imunizadas.

Segundo o diretor de Vigilância Epidemiológica, Robert Boaventura, o número é considerado bom e o movimento nas unidades ainda é tranquilo. “A campanha está seguindo bem, diferente de anos anteriores, as unidades não estão lotadas e nem mesmo com grandes filas, e isso é bom, pois quando a população fica muito eufórica, pode chegar a até a faltar vacina, uma vez que existe uma previsão de doses para cada período e o Estado faz sempre o repasse escalonado”, explica o diretor de Vigilância Epidemiológica.

Robert destaca que todas as unidades estão abastecidas, inclusive já foi liberado o segundo lote de doses pelo Estado, com mais nove mil doses, que serão distribuídas às unidades de saúde na próxima semana. As vacinas estão disponíveis para todo o público-alvo nas unidades, apenas para os profissionais da área da Saúde, em que doses estão sendo levadas até os hospitais. “A intenção é vacinar esse grupo em massa, desta forma garantimos a proteção, uma vez que são eles que atendem os doentes e são ainda mais passíveis de contaminação”, explica Robert.

Quanto aos professores, visto que em alguns municípios as vacinações estão acontecendo nas escolas, Robert explica que essa metodologia não será adotada em Uberaba e, assim como os demais integrantes do público-alvo, também devem se vacinar nas unidades. “Estamos usando os nossos profissionais nas ruas para imunização de acamados, pessoas que estão no grupo de risco, mas não conseguem se deslocar”, destaca Robert.

Portanto, apesar de a calmaria nas unidades ser um bom sinal, o diretor lembra que as pessoas não podem se esquecer de se vacinar, para que garantam a proteção no período em que a contaminação é maior. A campanha segue até 26 de maio e o dia "D" será realizado em 13 de maio.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia